Esporte & Aventura

Governo pretende licitar projetos que aproveitem a Copa para promover o país

O ministro do Esporte, Orlando Silva, anunciou hoje (14) o lançamento, até o fim do mês, de um edital para projetos que aproveitem a Copa de 2014 para promover o país.

“A Copa não precisa ser promovida porque ela já se promove. Mas vamos aproveitá-la para promover o país. Para isso, vamos, ainda em setembro, lançar um edital para projetos relativos à promoção do país na dimensão sociocultural e turística que possui”, disse Orlando Silva, durante evento para anunciar o balanço da preparação do país para o evento.

No final do ano, acrescentou o ministro, o governo fará outro balanço sobre as áreas de suporte, telecomunicações e energia, e, depois, sobre temas operacionais, relativos à organização do evento.

De acordo com o documento, as obras de todos os estádios onde serão disputados os jogos da Copa de 2014 estão em andamento. E, das 13 obras necessárias em aeroportos, oito já foram iniciadas. O ministro informou que nove das 12 arenas estarão concluídas até o final de 2012, e o restante até o final de 2013.

O balanço destaca o papel do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que disponibilizou linhas de financiamento para essas obras no valor de até R$ 400 milhões. Até o momento, já foram assinados R$ 2,3 bilhões em contratos.

Nos 13 aeroportos localizados nas cidades-sede, os investimentos já chegaram a R$ 6,5 bilhões. Em oito deles as obras já foram iniciadas e em um deles, o Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), as obras já estão concluídas. Orlando Silva destacou, durante o balanço, a estratégia do governo de instalar câmeras nas obras para acompanhá-las de forma mais eficiente.

O aeroporto que receberá mais investimentos é o de Guarulhos (SP), com previsão de R$ 1,33 bilhão em investimentos. A obra deverá ser concluída, de acordo com o balanço, em novembro de 2013. No Rio de Janeiro, a previsão é de investir R$ 813,3 milhões e obra deverá ser concluída em outubro de 2013. No aeroporto de Brasília serão investidos R$ 864,7 milhões, e a obra deve ser concluída em dezembro de 2013, juntamente com o de Confins, em Belo Horizonte (MG), que tem uma previsão de R$ 508,7 milhões em investimentos.

“Com essas obras, teremos capacidade de planejar nosso futuro nos aeroportos, com mais tecnologia e ambientes melhores e mais produtivos”, justificou o secretário de Aviação Civil, Wagner Bittencourt. “Estamos trabalhando com especialistas internacionais que nos ajudaram, nas diversas etapas, a traçar as ações para esses aeroportos”, acrescentou.

Por: Pedro Peduzzi e Gilberto Costa
Repórteres da Agência Brasil

Edição: Lílian Beraldo

O Primeiro Shopping de Containers da Zona Sul Carioca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *