Variedades & Tecnologia

Saiba o que muda para quem viaja ao exterior com cartão de débito

 

O aumento da alíquota do imposto sobre os cartões pré-pagos em moeda estrangeira pegou muita gente de surpresa, principalmente quem incluiu em seu planejamento carregar o cartão com moeda estrangeira para a viagem ao exterior, mas mesmo assim, o cartão de débito pré-pago continua como melhor opção do que o cartão de crédito, pois ele perdeu somente a vantagem tributária, mas você continua sabendo exatamente qual o valor exato da moeda estrangeira está pagando no momento em que carrega o seu cartão. Coisa que no cartão de crédito não tem como saber, pois o valor é definido pelo dia de fechamento da fatura do cartão de crédito.

A melhor opção volta a ser viajar com dinheiro vivo, porque a compra de moedas estrangeiras no Brasil segue com IOF de 0,38%.

dinheiro

O cartão de débito internacional surgiu como uma alternativa para quem viaja ao exterior. Prático, seguro e barato. Barato até a última sexta-feira (27), quando o Governo Federal sem saber como solucionar a crise econômica e há anos perdendo a guerra contra a inflação, numa simples canetada, aumentou em 1579% o IOF – Imposto sobre Operações Financeiras, sobre o cartão de débito pré-pago, saques no exterior e os traveller checks.

Agora quem for carregar o cartão de débito internacional com moeda estrangeira, em vez de pagar os habituais 0,38% de IOF sobre o montante comprado, passou a pagar 6,38%. Ou seja, quem costumava carregar US$ 1000 e pagava US$ 3,80 de imposto, agora está pagando US$ 63,80 de imposto. Para cartões de crédito, que já tinham a tarifa de IOF mais alta, fica tudo igual.

Saiba mais em:

Governo eleva Imposto sobre Operações Financeiras dos cartões de débito internacionais

O Primeiro Shopping de Containers da Zona Sul Carioca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *