Dicas & Destinos

Como planejar uma viagem aos parques temáticos da Flórida

Planejar uma viagem para as próximas férias na Flórida é sem dúvida uma ótima forma de já ir economizando. Tendo toda documentação já em mãos – inclusive o visto americano – é hora de optar por fazer os famosos pacotes ou escolher todos os serviços separadamente. Seja qual for sua opção, geralmente pintam muitas dúvidas na hora de escolher os parques que serão visitados e quais tipos de ingressos são os mais adequados. E geralmente é aqui nesta fase que algumas pessoas ficam meio perdidas. Pensando nisso, a Consultora Mônica Ribeiro do site Parques e Ingressos dá dicas importantes de planejamento para facilitar o roteiro da família em Orlando como, por exemplo, dias e horários em que os parques estão mais vazios. “Para que a família tenha 100% de aproveitamento, é preciso encaixar bem o roteiro às expectativas de cada pessoa e aos detalhes e particularidades de cada parque”, lembra Mônica. Confira.

magic of Disney 400

Planejar uma viagem com a família para Orlando requer dividir bem os dias para cada parque, separar alguns dias para o descanso, combinar os desejos de cada integrante da família e ainda ter em mãos as restrições de cada atração, para não correr o risco de andar até ela, ficar na fila e, depois perceber que não é apropriada para uma criança pequena, por exemplo.

O ideal, segundo a consultora da Parques e Ingressos, é separar pelo menos um dia para cada parque dos complexos Walt Disney World Resort, Universal Orlando Resort, SeaWorld Park & Entertainement, que engloba parques como Busch Gardens e Aquatica, além de dias para compras, para explorar outras atrações na cidade e também para descansar. “Uma boa dica é acrescentar uns 2 ou 3 dias a mais para que a família possa voltar àquele parque que mais gostou”, adianta.

Portanto, para que a viagem não seja corrida e todos possam aproveitar bem, recomenda-se que a família separe de 10 a 14 dias para as férias de Orlando.

Legoland 400

É importante se atentar para o mês e semanas escolhidas. “Verifique se é um mês ou semana com festividades extras e cheque também as datas comemorativas e os feriados americanos. Tudo isso pode fazer com que os parques fiquem mais lotados”, acrescenta.

Atente-se também aos dias em que os parques fecham algumas atrações para manutenção. Dependendo da manutenção, as atrações passam alguns meses fechadas, portanto, é importante verificar o site do parque em questão para ver se há algum aviso. Os horários de funcionamento dos parques também variam bastante – principalmente se há alguma atração especial no dia. “Vale checar sempre o site oficial do parque para essas informações”, dá a dica.

Detalhes que fazem a diferença – Pequenas coisas podem fazer uma grande diferença nos dias de viagem. Olhar, por exemplo, as restrições de altura e peso de cada brinquedo que deseja visitar pode poupar o tempo da família, principalmente se houver crianças pequenas no grupo.

Seaworld. Foto Divulgação 400

Checar como estará o clima da cidade é outra dica. “Assim os pais podem preparar melhor as malas e até as mochilas que levarão ao parque. Caso algum parque aquático esteja nos planos, como LEGOLAND Water Park, Wet’n Wild Orlando, Blizard Beach, não esqueça de levar outra muda de roupa para que os filhos usem depois das brincadeiras”, lembra a consultora.
Tendo conferido com cuidado todas as informações necessárias, agora é só curtir sua viagem com muita diversão.
Boa viagem!

Matéria original publicada na Editoria de Viagem e Turismo do Portal SRZD 

O Primeiro Shopping de Containers da Zona Sul Carioca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *