Dicas & Destinos

Uma Paraty cheia de atrações

Cheia de atrações, Paraty é um dos destinos mais visitados do estado do Rio de Janeiro. Foi uma das cidades mais importantes à época do Brasil colônia e ainda preserva bastante de seus áureos tempos. Além do charme inconfundível, a cidade possui muitos outros atrativos, como as belas praias, suas trilhas em meio à natureza e sua culinária farta e diversificada.

Em Paraty também acontecem muitos eventos de porte internacional. É lá que se realiza anualmente a Festa Literária Internacional (FLIP) e atrai curiosos e celebridades do mundo todo. Possui estrutura invejável a cidades de grande porte, apesar de ter apenas 33 mil habitantes. Paraty e suas dezenas de praias e baías conquistam todos que têm a sorte de passar por lá.

Igreja de Santa Rita - Embarque na Viagem 500

Algumas atrações

Baía de Paraty


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!? Clique neste link para encontrar os melhores preços.  ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


É um dos lugares mais bonitos do litoral brasileiro. Pertence à baía da Ilha Grande e tem águas calmas e claras. Estas características fazem do local um destino ideal para passeios e para a prática de esportes náuticos – como o mergulho e a vela, principalmente durante o verão.

Praias

Há muitas praias de águas calmas e cristalinas em Paraty. As principais são a da Figueira, freqüentada por naturistas; a Praia do Meio, separada da Praia do Cachadaço por um rio, com mar calmo e boa infraestrutura; a Praia de Fora (ou dos Ranchos), localizada na Vila de Trindade, uma das mais movimentadas da região; do Cepilho, porta de entrada da Vila de Trindade, muito procurada por surfistas; Brava, deserta e de ondas fortes, muito procurada por causa de uma bela cachoeira – o acesso é feito por uma trilha de 30 min a partir da estrada para Trindade; Praia do Sono, que exige dos visitantes 40 min de trilha até chegar às águas cristalinas do mar, que se une a um rio; e a da Lula, abrigada pela baía e ponto de parada da maioria dos passeios de escuna.

Praias MTUR 500

Cachoeira da Pedra Branca

Paraty tem oito cachoeiras; a da Pedra Branca é a mais bonita. Além do acesso fácil, a cachoeira tem seqüência de quedas d’água, poço para nadar e vegetação nativa. Acesso no Km 3,5 da estrada para Cunha; entrar à direita na Ponte Branca e seguir cerca de 4 km.

Paraty Mirim

Uma vila de pescador localizada a 18 km centro histórico, dentro da Baía de Ilha Grande e abriga a Igreja Nossa Senhora da Conceição, construção do Século XVII voltada para o mar. A praia é cortada pelo Rio Paraty Mirim e o acesso é feito pelo Km 154,5 da BR-101 (Rio-Santos).

Centro Histórico

As atrações estão espalhadas por toda a cidade e devem ser percorridas a pé, visto que as principais vias são fechadas para o trânsito de veículos, no Centro Histórico. O passeio pode começar com a visitação externa à antiga Câmara Municipal, construída no século XIX. Na casa da Cadeia – ou simplesmente Quartel de Patitiba -, construída no século XVIII, estão a biblioteca e a pinacoteca. Há também a Casa da Cultura, de 1754, com lojas de artesanato, livraria, espaço para realização de eventos e uma exposição que conta a história da cidade. As principais igrejas são: a Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, de 1873, e adornada em estilo neoclássico; a de Santa Rita dos Pardos Libertos, cartão postal da cidade, construída em 1722 e onde fica o Museu de Arte sacra; a de Nossa Senhora das Dores, com sacadas internas feitas em madeira rendilhada; e a de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito, erguida pela mão-de-obra escrava, em 1725.

Rua de Paraty Embarque na Viagem

Estrada Real

Construída por escravos entre os séculos XVII e XIX sobre as trilhas usadas pelos índios guaianazes para transportar o ouro extraído de Minas Gerais até o porto de Paraty. Parte do calçamento está preservado, em meio à Mata Atlântica do Parque Nacional da Serra da Bocaina. O trecho pode ser feito a pé ou a cavalo. Estrada para Cunha (RJ-165), com saídas do Teatro Espaço. Rua Dona Geralda, 327.

Artesanato

Cestos, peneiras, balaios, tapetes e bolsas, feitos com fibra vegetal, são alguns dos produtos mais representativos do variado artesanato de Paraty. Os trabalhos em tecido aparecem em colchas ou tapetes de retalho, bonecas de pano e crochê. Utensílios domésticos ou objetos de decoração em madeira, além de máscaras de papel machê, também são vendidos na Casa da Cultura.

Gastronomia

A cozinha típica da região tem origem indígena com influências da proximidade do mar e da produção de açúcar, café, cachaça e farinha de mandioca. O cardápio inclui peixe enrolado em folha de bananeira e assado na areia – uma fogueira é acesa em cima do peixe, enterrado -, camarão casadinho, lula recheada e caranguejo cozido. Paraty possui ótima rede de restaurantes com cozinha internacional, com destaque para a francesa e a italiana.

Melhores Épocas

Paraty é uma cidade que tem muitas festas ao longo do ano, podendo ser visitada em diversas épocas. O verão (dezembro a fevereiro) é a estação mais apropriada para quem procura sol e praia. No mês de Julho, a cidade recebe mais visitantes devido ao Festival Literário Internacional.

Matéria original publicada na Editoria de Viagem e Turismo do Portal SRZD 

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM AQUI 


  Seguros Promo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *