Dicas & Destinos

Choque cultural – quando o sonho de viver fora do país ou realizar um intercâmbio vira um pesadelo

A empolgação de uma viagem ao exterior costuma passar logo depois do primeiro confronto com a realidade do país visitado. O pouco conhecimento sobre a cultura local e as dificuldades de adaptação costumam ser a causa de 80% do mau aproveitamento de uma viagem ao exterior. É quando o sonho de viver fora do país ou realizar um intercâmbio vira um pesadelo.

Passado o período de euforia que uma viagem normalmente traz, o choque cultural leva a pessoa a outros estágios de humor, como ansiedade e rejeição à nova realidade, o que pode dificultar o aprendizado e a adaptação ao local. Como consequência, a pessoa passa a não se dedicar tanto a cursos e ao trabalho, isolando-se do convívio social e, por vezes, entrando em pânico e desistindo da viagem.

paises continentes shutterstock

Por que o choque cultural acontece?

Ao entrar num ambiente culturalmente novo, você se depara com novos códigos de conduta, e isso inclui o uso da linguagem. Conhecer as palavras de um idioma ou até capaz de manter uma conversação não dão uma garantia de comunicação eficiente. Aqui, é preciso levar em consideração os padrões de comportamento, as gírias, as entonações e tudo o que está relacionado à maneira como nos comunicamos com as pessoas. É por causa destas diferenças que o brasileiro poderá se assustar, por exemplo, quando for cumprimentar pessoas de outras nacionalidades com beijinho no rosto – quando o código local define que isso é inaceitável.


Continua depois da publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!💡 Clique neste link para encontrar os melhores preços. 💡 ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.



Continua depois da publicidade Ⓘ

✔ PAUSA PARA O MERCHAN: Acompanhe também as principais notícias de Portugal num único lugar: www.portaldeportugal.com - dicas, curiosidades e muita informação.


Neste momento, são comuns os relatos de queda na autoestima, raiva, irritação, solidão, desconforto, saudade excessiva de casa, interpretação errônea do que os outros dizem ou fazem, estresse, insônia, medo e desconfiança excessivos, aversão à interação social, chegando ao extremo de se recusar a aprender o novo idioma. Também é frequente que o desenvolvimento de uma série de aversões, como incapacidade de gostar da comida, da música, do clima e dos hábitos sociais. Há relatos, inclusive, de quadros de depressão.

Para evitar que isso aconteça, alguns cuidados durante a preparação da viagem podem ajudá-lo a aproveitá-la melhor e reduzir o impacto diante dos imprevistos. Veja, abaixo, algumas perguntas que devem ser respondidas antes de embarcar.

1. Quais são as condições geográficas do país que pretendo visitar?
2. Quais são as condições climáticas que enfrentarei no país? Como devo ir preparado?
2. Qual é o idioma (s) falado(s)? Posso aprender algumas frases simples de interação com os locais, como “olá” e “obrigado”?
3. Qual é a situação política atual? Existe algum perigo para os turistas/ estudantes?
4. Como os residentes locais recebem os “forasteiros”?
5. Qual a etiqueta local para jantar? Para cumprimentar? Para relacionamentos de negócios?
6. Qual é o código de vestimenta usado? Formal ou informal? Em quais situações?
7. Existe algum costume religioso ou cultural que eu deva saber com antecedência?

Além disso, manter uma postura receptiva, apesar dos desafios, pode ser uma excelente dica para transformar a viagem num momento inesquecível e de aprendizado. Lembre-se: mal-entendidos são inevitáveis, mas sempre podemos encará-los com bom humor!

Planejando sua próxima viagem? Confira aqui os melhores preços!

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM COM A GENTE


  Seguros Promo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *