Pátria educadora de verdade é o Japão

Há três anos, a estação de trem de Kami-Shirataki, localizada na Ilha de Hokkaido, ao norte do Japão, estava prestes a encerrar suas operações, devido à sua localização remota e por conta de um terminal de trens de carga que seria instalado no local. Mas a companhia Japan Railway mudou de ideia. Sabe a razão? A empresa ficou sabendo que uma adolescente chamada Kana embarcava na estação todos os dias para ir à escola. Devido a este fato, foi decidido que a estação permaneceria aberta para que ela continuasse a frequentar as aulas e concluísse o Ensino Médio, e somente depois disso seria fechada.

A Estação de Kami-Shirataki, em Hokkaido, Japão, é visitada por um trem duas vezes por dia, uma da manhã e uma a tarde.

Os trens que passam pela estação agora seguem o calendário escolar e param apenas duas vezes ao dia ali, ela pega o trem às 7h04 todos os dias e retorna pontualmente às 17h08, e ela é a única pessoa a utilizar a estação.

Adolescente, Kana, pega o serviço na estação às 7h04 todos os dias e retorna pontualmente às 17h08

A formatura da adolescente está prevista para março deste ano e a estação será desativada logo após a conclusão do Ensino Médio. Kana declarou ao Jornal DailyMail que se sente triste em pensar que a estação irá desaparecer, mas ressaltou sua gratidão à companhia.


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!? Clique neste link para encontrar os melhores preços.  ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


Assista abaixo a reportagem sobre a história de Kana e acredite: Pátria educadora de verdade é o Japão.

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM AQUI 


  Seguros Promo

4 Comentários

  1. 17 de junho de 2016 ás 12:04 AM Responder
    Ricardo César Bezerra

    Um país que sabe valorizar quem realmente tem que ser valorizado. No Brasil, os valorizados são jogadores de futebol e artistas globais…Estudante aqui é totalmente desvalorizado pelo poder Público e também privado….

  2. 21 de fevereiro de 2016 ás 4:42 PM Responder
    jesiel ferreira

    É realmente um respeito de tamanha gratidão ao seu cidadão patriarca , pois o valor de uma aluna vale mais por seu empenho em estudar , e a compainha ter o reconhecimento e valor de um estudante , pois aqui não temos quasquer respeito e direito de ir e vir , quanto mais o aprender.

  3. 19 de janeiro de 2016 ás 4:23 AM Responder
    Miguel

    Na Galicia, Espanha na aldeia do meu pai há uma escola infantil aberta apenas para 3 crianças que restaram no local.

  4. 17 de janeiro de 2016 ás 1:24 AM Responder
    Adir Kluge

    O Brasil poderia, depois deste belo exemplo do Japão, saber o que realmente é, realmente, ser uma Patria Educadora. O tamanho de uma realidade e outra, é o mesmo da distancia entre os dois paízes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *