Esporte & Aventura

Campeonato Brasileiro de Snowboard, muito além da neve

O Campeonato Brasileiro de Snowboard nunca foi disputado no Brasil. As casas do país nas 22 edições já disputadas foram sempre Argentina ou Chile. O motivo? O primeiro é que a neve que há no Brasil, se é que podemos chamar de neve, é muito pouca, ou quase nada, para a realização de uma competição. A segunda é que não existe uma pista homologada pela Federação Internacional de Esqui (FIS) para a disputa. Na Snowland em Gramado, no Rio Grande do Sul, tem um parque de neve indoor, mas as dimensões da pista não suportam um torneio profissional.

O Snowboard é composto por cinco disciplinas:

— Provas Alpinas (Slalom Paralelo e Slalom Gigante Paralelo), dois atletas descem percursos paralelos e avançam por diferentes baterias até a determinação do vencedor

— Snowboard Cross, prova em que os atletas classificados em descidas individuais disputam baterias eliminatórias até a determinação do vencedor. Baterias são realizadas com quatro ou seis atletas, com dois ou três avançando a fase subsequente.

— Half Pipe, Big Air e Slopestyle, provas de freestyle, nas quais as manobras aéreas dos atletas são avaliadas por juízes especializados para a determinação do vencedor

O Snowboard promove duas competições amadoras ao longo do ano:

  • Desafio de Slopestyle de São Roque: realizado em julho na cidade de São Roque, no interior do Estado de São Paulo.
  • Campeonato Brasileiro Open de Snowboard: realizado no Chile ou na Argentina.

No 39º Congresso Internacional de Ski realizado no Rio de Janeiro em 1994, o Snowboard foi aprovado pelo COI (Comitê Olímpico Internacional), passando a integrar o programa olímpico e a gestão da FIS (Federação Internacional de Ski).

O primeiro Campeonato Brasileiro foi já realizado em julho de 1995 em Valle Nevado, no Chile. Desde então, foram organizadas 22 edições do evento, que ocorre anualmente no mês de agosto ou de setembro no Chile ou na Argentina.

Atualmente o Campeonato Brasileiro de Snowboard é uma das etapas da Copa Continental Sul-Americana e o Brasil faz parte do seleto grupo de países organizadores de etapas da Copa do Mundo da modalidade, sendo a prova brasileira a abertura da temporada no Hemisfério Sul.

Para conhecer a Confederação brasileira desportos de neve acesse: www.cbdn.org.br.

Quer esquiar no Brasil? A maior parte das pessoas acredita que para esquiar é preciso sair do País, mas na verdade é possível praticar esportes e se divertir com a neve aqui no Brasil, em qualquer época do ano. Gramado, principal pólo turístico do Rio Grande do Sul é sede do único parque temático das Américas com neve real, o Snowland, dedicado aos amantes dos esportes de inverno.

Ok!? Você quer aquele visual branquinho no horizonte, certo? As opções pelo mundo são enormes. Lech an Arlberg na Áustria, o Himalaia e as montanhas do Pir Panjal na ÍndiaChamonix localizada nos Alpes franceses, no cruzamento dos 3 países (França, Suíça, Itália) facilmente acessível a partir de Paris e de outras grandes cidades francesas. A cidade de Interlaken, localizada entre o Thun e o Brienz, no coração da região da montanha Jungfrau, na Suíça. Outra região muito conhecida por suas belas estações de esportes de neve é Engadin St. Moritz, que oferece uma grande variedade de atividades esportivas e de lazer.

A Noruega é um dos melhores destinos para os apaixonados por esqui e Snowboard. São inúmeras as opções para a prática dos esportes de neve em qualquer região do país e em qualquer época do ano. Não é à toa que nasceu na Noruega o famoso Sondre Norheim, conhecido como “pai do esqui moderno”, que definiu a forma como o esporte é praticado atualmente.

As opções no Canadá incluem ao menos 52 centros de esporte de neve em todo o país, dentre eles o melhor centro da América do Norte – Whistler; Banff – eleita entre os melhores lugares do mundo para 2017 –; e Tremblant, dono do sistema de neve mais sofisticado da América do Norte.

O estado do Colorado (EUA) está localizado na região das Montanhas Rochosas – possui várias das montanhas mais altas desta cadeia. Seu terreno acidentado, bem como a grande quantidade de precipitação de neve que recebe durante o inverno, criou um terreno propício para a criação de diversos resorts com prática de esportes de neve. O “Colorado Ski Country” conta com 21 Resorts de esqui.

No Chile, Valle Nevado é a estação de ski queridinha dos brasileiros, e muitas vezes utilizado pelos competidores como centro de treinamento. Desde a região central até o extremo sul do Chile, há uma grande variedade de centros de esportes de neve, com acomodações, restaurantes e serviços de aluguel de equipamentos. Entre os destinos mais procurados atualmente estão Farellones, El Colorado, La Parva e Valle Nevado. Eu conheço esses quatro que estão mais próximos a Santiago e são de acesso muito simples e rápido.

CENTROS DE ESQUI PRÓXIMOS A SANTIAGO

Localizado na zona central chilena, Farellones é o centro de esqui mais próximo da capital – há apenas 32 quilômetros de Santiago e forma parte do centro de esqui El Colorado. Entre os destaques da região está a mini escola para as crianças, teleféricos e pistas que são utilizadas para todos os níveis de esquiadores e Snowboards.

El Colorado é uma estação de inverno bem famosa entre os chilenos e estrangeiros, com interessante infraestrutura hoteleira e gastronômica. O centro de esqui El Colorado, junto com La Parva e Valle Nevado, forma a maior e melhor superfície esquiável da América do Sul.

O Valle Nevado, por sua vez, fica a 60 quilômetros ao leste de Santiago e é considerado um dos mais modernos centros de esportes de inverno na América Latina.

E não se esqueça de escolher o seguro viagem certo para esquiar.

Acompanhe também nossas dicas no instagram @EmbarquenaViagem e use a hashtag #EmbarquenaViagem para marcar suas fotos de viagem, dicas de lazer, hospedagem, entretenimento e cultura.

Embarque na Viagem, o melhor do Turismo, Hospedagem, Lazer, Entretenimento e cultura

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *