Dicas & Destinos

Guia de viagem: Paris

Paris, também conhecida como a cidade do amor, da luz, da alta gastronomia e da arte é sem dúvida alguma um daqueles destinos que surpreende você o tempo inteiro. Não por acaso, é a cidade mais visitada por turistas no mundo. Há quem diga que é mais fácil encontrar um estrangeiro na cidade do que um legítimo parisiense. Seja como for, em Paris, a comida e o vinho são celebrados, a sua história é sedutora, sua cultura elegante e ao mesmo tempo intrigante. É impossível voltar de Paris da mesma forma que chegou. No decorrer de sua vida, associações automáticas se tornarão constantes e aquela lembrança de Paris tomará conta de você com aquele ar nostálgico, tão particular dos parisienses.

Romântico, intelectual, informal ou seja lá qual for o seu estilo, a capital francesa é um destino onde todos se sentem em casa. Preparados para a viagem? Antes de embarcar no próximo avião, leia aqui outras dicas, informações e conselhos para a sua viagem à Paris!

Como chegar

O acesso a Paris pode ser feito principalmente através de seus três aeroportos: o principal deles é o Aeroporto Charles de Gaulle, localizado a 23 quilômetros da cidade, destino dos voos intercontinentais que chegam à França. É de lá que partem voos diários com destino ao Brasil operados pelas companhias Air France e Latam. Para ir até a região hoteleira, você pode pegar um ônibus ou o trem RER B, que liga Paris ao aeroporto em cerca de meia hora. Os táxis do aeroporto também são uma opção bastante confiável, apesar de normalmente bem mais cara.

Quem viaja entre cidades europeias pode descobrir que seu voo tem como destino os aeroportos de Orly, a 14 quilômetros de Paris; ou Beauvais, a 85 quilômetros da cidade. Se chegar por Orly, a oferta de transporte até Paris costuma ser ótima, contando também com uma variedade de opções de ônibus e trens para realizar o trajeto. No caso do Aeroporto de Beauvais, usado por companhias aéreas low cost, a melhor opção costuma ser usar o ônibus que liga o aeroporto à cidade em cerca de 1 hora – não há outra opção de transporte público disponível e um táxi entre os dois pontos é bastante caro.

Quem já estiver no Velho Continente também pode optar por pegar um trem até Paris. A cidade conta com 8 estações sendo que a mais conhecida delas e também a mais movimentada da capital francesa é a Gare du Nord, que recebe cerca de 180 milhões de passageiros por ano.

Entenda Paris

A cidade parisiense é a única da Europa que é definida por um rio. Em Paris, a grande estrela é o Rio Sena… ele é a referência para tudo: as distâncias são medidas a partir dele e os números das ruas determinados por ele. Além disso, é através do rio que a capital se divide em duas áreas conhecidas como: a margem direita (do lado norte do rio) e a margem esquerda (ao sul do rio). Quase todos os principais pontos turísticos ficam nas margens do Sena ou próximos a ela. Por isso, durante a viagem, ele será o seu principal “guia”.

Usando o transporte público de Paris

Essa é uma informação preciosa. Na capital Francesa os seus principais meios de transporte, serão, o trem (RER) e o metrô! Até mesmo do aeroporto até o hotel, você pode e deve utilizar o transporte público. Por aqui, quase ninguém usa táxi. Eles são caríssimos e dependendo do horário, mais lentos. Ao andar por Paris, você vai notar que em cada cantinho existe uma estação de metrô te esperando! E não pense que é miragem… em Paris, as linhas de metrô são extremamente bem distribuídas, sendo o 2º maior sistema de metrô do mundo!

Mesmo que o metrô seja ótimo, não deixe de aproveitar tudo o que puder na superfície da cidade. Um passeio rápido levará você a conhecer alguns dos principais pontos turísticos do mundo, incluindo a belíssima Torre Eiffel, a catedral de Notre-Dame de Paris, a paisagem cortada pelo rio Sena e o exuberante Arco do Triunfo, inaugurado em 1836 em comemoração às vitórias de Napoleão Bonaparte.

Existem 5 linhas de RER, que são identificadas por cores e letras (de A a D) e 14 linhas de metrô, identificadas pela letra M, diferentes cores e números. Por isso, não se assuste ao ver o enorme mapa das linhas, as placas são bem sinalizadas e de fácil entendimento.

Antes de comprar o seu bilhete, leve sempre em consideração o tempo que vai passar na cidade e quais zonas quer visitar. Vale lembrar que as zonas 1 e 2 englobam a maior parte dos pontos turísticos mais famosos.


Leia também: 6 belíssimas atrações para vistar nos arredores de Paris


Tipos de Ticket:

Ticket t+: Com esse ticket é possível ter acesso a todas as linhas do metrô, dentro do centro de Paris: zonas 1,2 e 3. E também às linhas de trem que passam pela zona 1. Ele custa cerca de € 1,90 e você tem o período máximo de 90 minutos para fazer conexões com ônibus. Ainda na mesma modalidade, existe a opção de compra do “Carnet 10 voyages”, pacote com 10 bilhetes que custa cerca de €14,50. Vale lembrar que, com esse ticket você pode fazer quantas baldeações forem necessárias até chegar ao destino final, dentro do período máximo de 1:30h.

Billet Origine-Destination (origem/destino): Esse ticket é valido para uma viagem na linha ferroviária (RER), quando o ponto de partida ou o destino forem fora da cidade de Paris. Os tickets de ida e volta são separados e o preço varia de acordo com a distância percorrida.

Paris Visit: É o mais utilizado pelos viajantes. Você pode escolher entre, 1,2,3 ou 5 dias consecutivos. Também é possível escolher entre duas opções de zonas: 1 a 3 ou 1 a 5. Atenção, nunca esqueça de preencher o seu nome e a data de utilização no bilhete, ele é pessoal e intransferível. Se você for parado pela fiscalização e não tiver o nome no ticket, estará sujeito a multa.

Quando cansar de passear pela cidade, será hora de desfrutar de um autêntico café parisiense, de preferência acompanhado de um macaron, doce típico do país que é puro luxo! Por sinal, a gastronomia francesa não deixa a desejar em nenhum momento e poderá ser apreciada em restaurantes estrelados ou pequenas cantinas espalhadas pelo bairro latino (ou Quartier Latin), que ganhou esse nome por ter uma grande concentração de universidades e escolas – o estudo na região era realizado em latim durante a Idade Média.

Aproveite e esqueça a ideia de que os franceses não gostam de dar informações: é possível encontrar pessoas muito bem dispostas e prontas para ajudar você a chegar onde for preciso. Mesmo sem falar uma palavra de francês, será possível aproveitar a estadia, já que a maior parte das grandes lojas, restaurantes e serviços turísticos oferecem atenção em outros idiomas, como inglês e espanhol.

Então esqueça a barreira linguística e deixe-se levar por todos os encantos desta Cidade Luz, aproveitando cada cantinho, sem nunca esquecer de parar para observar até mesmo os pequenos detalhes que completam o charme da cidade, como seus edifícios antigos que remontam à Belle Époque francesa. Você vai ver que é impossível não se apaixonar por Paris!

Clima de Paris e quando ir

Como já dizia a sabia atriz Audrey “Paris sempre é uma boa ideia” seja lá qual for a estação do ano. Porém, aqueles que já foram, recomendam as estações da primavera (de 21 de março a 21 de junho) e verão (de 21 junho a 21 de setembro), já que o frio dá uma trégua e os passeios ao ar livre se tornam ainda mais agradáveis.

Temperatura média na primavera:

Março: temperatura média entre 4°C e 12°C.
Abril: temperatura média entre 6°C e 16°C.
Maio: temperatura média entre 10°C e 20°C.

Temperatura média no verão:

Junho: temperatura média entre 13°C e 23°C.
Julho: temperatura média entre 15°C e 25°C.
Agosto: temperatura média entre 14°C e 24°C.


Leia também: As curiosas Catacumbas de Paris 


Vida Noturna

Parada obrigatória da vida noturna em Paris é o Moulin Rouge. Se você não curte muito o estilo de show apresentado por lá, tudo bem, não precisa nem entrar no local: a vista da fachada já dá aquele gostinho de missão cumprida. Além disso, a região oferece diversos bares e restaurantes próximos para quem pretende apreciar um bom vinho e uma refeição sem precisar arcar com os valores dos caríssimos ingressos da atração.

Mas é claro que há muitas outras surpresas escondidas em Paris ao cair da noite. Cada bairro aqui acaba sendo famoso por suas tribos. Marais é o lugar da comunidade LGBT se encontrar, enquanto o Quartier Latin e a região de St-Germain-des-Prés são famosos por uma boemia mais cult, formada por estudantes universitários e intelectuais. Já os bares e restaurantes de Champs-Élysées têm um foco maior no requinte – e, por isso mesmo, também costumam ser mais caros, atraindo uma clientela mais sofisticada; enquanto a Bastilha é um local de encontro informal e cheio de estilo.

O lado bom é que você não precisa gostar de todos, nem mesmo se dar ao trabalho de visitar aqueles lugares que não encaixam muito bem com o seu estilo. Afinal, com tanta opção, o melhor pode ser mesmo procurar o seu grupo para conhecer a cidade em ótima companhia. Apesar disso, uma dica que encanta qualquer turista é fazer um passeio noturno de barco pelo Sena. A saída costuma ser próxima da Torre Eiffel e existem opções que incluem brinde de champanhe e até mesmo jantar. Imperdível!

Principais pontos turísticos

Destacamos aqui, apenas alguns dos principais pontos turísticos da cidade. Obviamente existem muitos para você descobrir. Neste link temos algumas outras sugestões.

Tour Eiffel

A Torre Eiffel, símbolo da capital francesa, é um dos ponto turístico mais visitados de Paris e do mundo. Visitar Paris e não conhecer a torre, é sem dúvida, uma viagem incompleta! O incrível monumento criado pelo engenheiro Gustave Eiffel é parada obrigatória! A dica é observá-la do Trocadéro, de onde se tem a melhor vista da Tour Eiffel… depois de algumas fotos você estará pronto para se aproximar e finalmente subir na torre.

À noite, a Torre Eiffel se ilumina e fica ainda mais encantadora. Após o pôr do sol, a cada hora cheia, acontece um show de luzes que surpreende todos os viajantes que assistem. Você pode optar também por ter uma experiência diferenciada e jantar no coração da vida noturna parisiense… Quando o sol se põe, 58 Torre Eiffel assume uma nova dimensão. Você será recebido por um anfitrião que o irá conduzir para a sua mesa, onde a atmosfera de luxo irá cercá-lo. Luzes suaves e mobiliário minimalista de forma a não ofuscar a Cidade das Luzes são o tom da decoração.

Musée du Louvre

Respirando arte, nada mais justo que começarmos por um dos maiores museus do mundo. Entre o seu extenso acervo, a obra mais famosa de Leonardo da Vinci, La Jaconde ou Monalisa, como a conhecemos no Brasil, é provavelmente a selfie mais disputada. O Louvre é um verdadeiro labirinto artístico, sendo humanamente impossível em uma única visita, apreciar todas as obras que ele abriga. Por isso, tenha em mente quais obras você deseja conhecer, isso ajudará a otimizar o seu tempo. O ideal é reservar dois dias, dedicados somente ao museu.

Arc de Triomphe

O Arc de Triomphe, um monumento construído por Napoleão em homenagem aos soldados que morreram em guerras, é um dos principais símbolos da capital francesa. A dica aqui é subir ao topo do Arco para apreciar a vista privilegiada do local. Lá de cima, pode-se ver as 12 avenidas, que ali se encontram com a praça Étoile, formando uma estrela. O Arc de Triomphe é mais uma das maravilhas apresentadas pelo plano urbanístico da cidade.

Cathédrale Notre-Dame

A Igreja construída em homenagem a Mãe de Jesus, em estilo gótico e com diversos detalhes arquitetônicos, recebe milhares de turistas o ano todo. Localizada às margens do Rio Sena, é uma das catedrais mais visitadas pelos turistas. A catedral indica o ponto zero da cidade. Uma pequena placa no solo, marca o cálculo de todas as distâncias geográficas da cidade. Muitas pessoas associam a catedral, com o filme da Disney: ‘O corcunda de Notre- Dame’, inspirado no livro do autor francês Victor Hugo, que tem como cenário principal a Catedral. Suba até o topo e admire a maravilhosa vista da cidade.

Château de Versailles

Reserve um dia, para uma verdadeira imersão no luxuoso e gigantesco palácio francês. O Castelo que foi um símbolo monárquico, hoje em dia é considerado um dos maiores palácios do mundo… eleito patrimônio mundial da Unesco, esse incrível châteu possui mais de 700 quartos em estilo barroco.

Você pode optar por fazer um passeio para Versailles de trem e realizar uma visita guiada ao Palácio com entrada pré-reservada e acesso prioritário ou optar por ter a experiência de uma noite real em Versailles, onde ao chegar, você será recepcionado com músicos tocando música barroca e casais dançando em trajes da época. Uma verdadeira experiência lúdica. Ao cair da noite, os jardins e fontes ganham vida em um show de luzes, criando um impressionante espetáculo visual.

O Jardin de Versailles é um espetáculo a parte. No seu eixo central está o Grand Canal criado para refletir o sol poente. Ainda no jardim, existem outros dois palácios menores: o Grand Trianon, onde o rei Luís XIV conseguia fugir da rígida vida na corte para um cantinho com mais sossego, e o Petit Trianon que foi um ninho de amor construído por Luís XV.

Durante o passeio aproveite para almoçar no La Petite Venise, no coração do Grand Canal ou degustar os famosos macarons Angelina, que fica no Pavillon D’Orleans. Para os mais românticos, a sugestão é fazer um piquenique no jardim.

Destacamos neste link algumas opções de passeios em Paris para você comprar e garantir mais agilidade na sua viagem. Afinal, pra que perder tempo para resolver isso lá, não é mesmo? Praticidade é nosso lema!

PLANEJE A SUA VIAGEM COMPLETA AQUI


♦ HOSPEDAGEM: Booking | Hoteis.com | Trivago | Hostelsclub | Airbnb - Ganhe R$100

♦ PASSAGEM AÉREA: Tam | Avianca | Azul | Decolar | Voopter | Maxmilhas

  ♦ TICKETS DE TREM: Rail Europe

♦ PASSAGEM DE ÔNIBUS: ClickBus

♦ ALUGUEL DE CARRO: Rentcars


♦ SEGUROS DE VIAGEMSeguros Promo  | Sulamérica Seguros

♦ CHIP INTERNACIONAL: My Simtravel


♦ CASAS DE CÂMBIO: Melhor Câmbio | Câmbio Store

♦ CARTÃO DE CRÉDITO INTERNACIONAL: ZenCard (pré-pago)


♦ PACOTES DE VIAGEM: Hotel Urbano | CVC | Submarino Viagens

TOURS, PASSEIOS E EXCURSÕES: Viator | Ticketbar

♦ INGRESSOS INTERNACIONAIS PARA ESPORTES E SHOWSSports Events 365

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *