Dicas & Destinos

Onde passar o Réveillon em Londres

Ano passado, nessa época, estava eu lá em Londres caçando uma festa para passar a virada do ano e procurando um lugar bacana para ver a queima de fogos da London Eye. Vou contar um pouquinho da minha experiência aqui.

Para quem não sabe, Londres não tem fama de ter festas badaladas de Réveillon, a maioria acontece em lugares fechados, alguns pubs, baladas famosinhas ou na própria casa de amigos e famílias. Não há queima de fogos em vários lugares, como no Rio de Janeiro, por exemplo. Lá só tem a famosa queima de fogos da London Eye, a imensa roda gigante à beira do Tâmisa, do lado oposto do Palácio de Westminster, onde fica o Parlamento do Reino Unido.

Desde 2014 o evento mudou muito, antes era gratuito e lotava, o que vou dizer que me deixou desanimada para me deslocar até lá. Depois das Olimpíadas no país, essa queima de fogos tornou-se tão concorrida, que a prefeitura passou a cobrar pelos ingressos e limitar a quantidade de público para 100 mil (antes apareciam em torno de 500 mil pessoas no local e era preciso chegar muito cedo para ver o espetáculo de um bom ângulo).

Queima de fogos 2016/2017 via BBC


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!? Clique neste link para encontrar os melhores preços.  ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


Quem foi, disse que valeu muito a pena pagar as £10 antecipadas para ver o show pirotécnico. Está mais organizado e tranquilo e com muitas famílias no local. Os ingressos normalmente começam a ser vendidos em meados de setembro/outubro, através do site da prefeitura de Londres (neste link), mas acabam rápido, então é preciso se planejar caso queira muito ver o show.

Os ingressos são disponibilizados por zonas, que são determinadas por cores. É preciso comprar o ticket do lado certo em que você estará no dia porque não será possível cruzar o rio pelas pontes próximas, que são fechadas durante o período da tarde. O horário permitido para acessar as áreas é de 20h às 22h30.

Como eu preferi ficar mais tranquila e longe de muvuca (tanto no transporte quanto ficar em pé no frio lá debaixo da London Eye), encontrei um lugar pertinho de onde morava (Camden Town) e super gostoso, de onde dava pra ver de longe a queima de fogos: Primrose Hill, um parque lindo, que fica num dos pontos mais altos de Londres (contei nesse post aqui sobre ele), de onde se tem uma vista privilegiada da cidade.


Continua depois da publicidade Ⓘ

✔ PAUSA PARA O MERCHAN: Acompanhe também as principais notícias de Portugal num único lugar: www.portaldeportugal.com - dicas, curiosidades e muita informação.


Muita gente teve a mesma ideia, pois são poucos os lugares bons para se comemorar a virada do ano na cidade (para mim, que estou acostumada com as milhares de festas no Rio, achei fraco). O parque ficava a 10 minutos de distância da residência estudantil onde morava, então fomos num pequeno grupo de brasileiros tranquilamente até lá. É bom sair com meia hora de antecedência porque lá também fica bastante cheio e a disputa pelo ponto mais alto é grande!

Foi uma experiência diferente e bem gostosa, muita gente subindo junto no caminho, num clima alegre e descontraído. O bairro ali em torno do parque é cheio de pubs e casas lindas, aliás, Camden Town é o bairro dos pubs e noitadas famosas (onde Amy Winehouse morava e era frequentadora assídua). Se quiser comemorar depois da virada, é preciso checar os locais abertos e fazer reserva antecipada, uma dica é o Lock Tavern.

No caso, optamos por comemorar numa festa particular, dentro da residência estudantil mesmo, que era grande, com uma estrutura excelente e um pessoal sempre muito animado, o Stay Club de Camden – indico de olhos fechados!

Essa é uma ótima opção para quem está em Londres e não sabe ainda o que fazer no Ano Novo. Sair nas ruas nessa época do ano por ali é muito complicado, o transporte público tem rotas alteradas, várias estações de metrô ficam fechadas e o trânsito fica mais caótico do que já é. A partir do início da tarde do dia 31, muitas ruas do centro da cidade são interditadas (e só reabrem às 6h da manhã do dia 1º), por isso achei melhor ficar pelo bairro mesmo. O transporte público de Londres é gratuito entre 23h45 do dia 31 de dezembro até às 4h30 da manhã do dia 1º de janeiro, fica um verdadeiro tumulto na volta pra casa, chegando a demorar 2 horas… por isso acabei preferindo ficar perto de onde morava, no conforto de onde iria dormir! Rs

Thata Monteiro

Instagram: @thailisemonteiro

Blog pessoal: www.acaradorio.com

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM AQUI 


  Seguros Promo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *