Esporte & Aventura

Rumo à Rússia: conheça as 11 cidades sede da Copa 2018

É tentador se imaginar arrumando as malas para passar um mês na Rússia vendo o desfile dos maiores craques do futebol mundial em estádios modernos e em um clima diferente, que apenas o maior torneio do esporte mais popular do planeta pode proporcionar. Como já é de conhecimento de todos, a Copa do Mundo da Rússia terá 11 sedes, com 12 estádios diferentes – A capital Moscou terá dois palcos no Mundial. Além da capital do país, a Fifa e Comitê Organizador Local (COL) optaram por escolher cidades importantes como São Petersburgo, a segunda maior, e Kazan, com importância histórica, além de Sochi, que abrigou a Olimpíada de Inverno de 2014. Todas as sedes estão na parte europeia da Rússia, com Iecaterimburgo sendo a cidade mais ao oriente de todo o Mundial, e Caliningrado, a mais próxima do restante da Europa – inclusive esta é a única sede separada no território russo, sem conexão direta: trata-se de um enclave situado entre a Lituânia e a Polônia.

copa 2018

O principal palco do Mundial será o estádio Luzhniki, na capital russa, o maior de todos do torneio, com capacidade para 81 mil fãs. Ele abrigará a grande final, além do jogo de abertura, uma semifinal, uma oitava de final e mais três jogos da fase de grupos. O menor estádio da Copa fica em Caliningrado, com 35.212 lugares. Conheça agora as 11 cidades sede escolhidas para a Copa do Mundo 2018.

1- Moscou

Moscou é uma daquelas cidades que não decepciona os seus visitantes! A capital russa tem alguns dos pontos turísticos mais conhecidos do Leste Europeu, como a Praça Vermelha, famosa pelos desfiles militares nos tempos de União Soviética, que fica à frente do Kremlin – espécie de fortaleza (significado da palavra) que existe em muitas cidades do país, mas tem na versão de Moscou a mais famosa do país. Na mesma região, uma das mais visitadas do país, está a Catedral de São Basílio, uma das imagens que é referência da Rússia mundo afora.

Moscou é puro encanto! Pelas histórias dos czares; das casas dos seus grandes escritores, que podem ser visitadas; por suas belíssimas igrejas ortodoxas, que viraram um símbolo russo para o mundo; seus museus fabulosos e restaurantes badalados. Com sua arquitetura mista: com muitos prédios sofisticados e muitos outros antigos; suas estações de metrô únicas; os passos do Bolshoi… Há muita coisa para você não ficar parado!


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!💡 Clique neste link para encontrar os melhores preços. 💡 ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


Uma das vantagens de estar numa capital tão poderosa é poder encontrar restaurantes com a cozinha de todos os cantos da Rússia e de ex-repúblicas soviéticas. A principal característica da cozinha de Moscou é a abundância e a variedade de produtos utilizados para cozinhar. Alguns dos deliciosos pratos para provar: Blini, borscht ucraniano, solyanka, caviar do Mar Cáspio, pratos armênios e cordeiro da Ásia Central, goluptsi, draniki, entre muitas outras opções interessantes. O desafio vai ser interpretar o cardápio.

Há opções de hospedagem próximas ao estádio Luzhniki e nas imediações do Spartak Stadium, outra sede da Copa em Moscou. Também é possível encontrar opções com diárias mais baratas em hotéis da mesma categoria, mas em regiões diversas da cidade.

Luzhniki
Estádio Luzhniki, inicialmente chamado de Estádio Central Lenin, foi originalmente construído para sediar o primeiro spartakiad de verão nacional em 1956. Desde então, o Estádio Luzhniki hospedou inúmeros eventos esportivos e culturais importantes, incluindo as Olimpíadas de Verão de 1980, campeonatos mundiais de hóquei no gelo, atletismo e rugby e concertos com alguns dos maiores músicos do mundo. Durante este período, no entanto, o futebol tem desempenhado um papel especial, hospedado mais de 3.000 jogos. Ele é o maior e principal estádio do Mundial: abrigará a grande final e o jogo de abertura, além de uma semifinal, uma oitava de final e mais três jogos da fase de grupos.

Estádio do Spartak
Segundo palco da Copa do Mundo na capital russa, o estádio do Spartak também tem poucos anos de uso, uma vez que foi construído a partir de 2010 e inaugurado em 2014 para ser a nova casa do tradicional Spartak Moscou – um dos clubes de futebol mais populares da Rússia. Com fachada parecida com o estádio do Bayern de Munique, na Alemanha, o local muda suas cores externas quando recebe partidas da seleção russa. Na Copa, ele receberá quatro partidas da fase de grupos e uma das oitavas de final.

copa 2018

Mascote da CBF. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

2 – São Petersburgo

São Petersburgo tem como grande atração o museu Hermitage, um dos mais famosos do mundo por seu acervo de peças históricas. O principal prédio do museu é uma chamativo por si só: trata-se do Palácio de Inverno, construído no século XVIII, serviu de residência para czares russos e como marco da Revolução Russa de 1917, quando funcionou como quarte-general dos Bolcheviques.

A região próxima ao Estádio de São Petersburgo possui opções de hotéis bem variadas, desde os mais luxuosos até hostels.

Zenit Arena
Estádio de São Petersburgo, também conhecido como Zenit Arena, é o recém inaugurado novo estádio do FC Zenit, foi construído no antigo lugar do Estádio Kirov, na ilha de Krestovsky e é o segundo estádio com maior capacidade do torneio, sendo uma das sedes mais importantes da Copa com seus 68.134 lugares. Ele abrigará no Mundial a disputa de terceiro lugar e uma das semifinais no Mundial, além de um jogo das oitavas e quatro da fase de grupos.

3 – Sochi

As principais atrações da cidade litorânea, ao sul da Rússia, são legados dos Jogos de Inverno de 2014, como o Parque Olímpico e um resort para a prática de esqui. Apesar de ter abrigado jogos de Inverno, o local é um balneário que oferece opções de praias, que podem ser um bom programa durante o Mundial, quando será verão na Europa.

O Fisht Stadium está rodeado por hotéis, oferecendo aos fãs boas opções.

Fisht Stadium
O estádio de Sochi conserva estrutura moderna, inaugurada em 2013, para a Olimpíada de Inverno do ano seguinte, quando abrigou as cerimônias de abertura e encerramento. O estádio tem capacidade de 47.700 torcedores e abrigará uma quarta de final, uma oitava e quatro jogos da fase de grupos.

4 – Kazan

Capital do Tartaristão, região com maior concentração de muçulmanos na Rússia, Kazan tem em seu Kremlin a principal atração para turistas. O complexo, que data do reinado de Ivan, o Terrível, no século XVI, abriga prédios importantes para a cidade, como a Catedral da Anunciação e a Mesquita Kul Sharif, símbolo da convivência pacífica entre as duas religiões no local atualmente.

Próximo à Kazan Arena não há uma grande variedade de hotéis, mas é possível encontrar algumas opções três estrelas. Na região mais próxima ao centro e ao Kremlin da cidade, os preços não têm grande variação.

Kazan Arena
Casa do Rubin Kazan, o estádio também é legado de um evento esportivo recente na Rússia: a Universíade, a Olimpíada Universitária, realizada na cidade, em 2013. A estrutura, que conta com um enorme telão na fachada do estádio, tem capacidade para 44.779 torcedores e será palco de uma quarta de final, uma oitava e quatro jogos da fase de grupos.

5 – Samara

Sem tanto apelo turístico quanto outras sedes da Copa do Mundo, Samara tem entre suas atrações um templo dedicado a São Jorge, com arquitetura característica do Leste Europeu, e um dos bunkers secretos de Josef Stalin. Durante a II Guerra, foi rebatizada de Kuibyshev e operou como capital da União Soviética, quando Moscou corria perigo.

O estádio de Samara tem poucos hotéis ao seu redor.

Samara Arena
Seu design é um dos que mais chama a atenção entre os palcos da Copa por fazer alusão ao Espaço, em uma homenagem à tradição russa no setor. A arena terá capacidade para 44.807 fãs e depois abrigará os jogos do Krylya Sovetov. É uma sede importante da Copa, com quatro jogos da fase de grupos, um das oitavas de final e outro das quartas.

6 – Rostov-on-don

A rua que leva o nome do poeta Alexander Pushkin, um dos maiores nomes da história da literatura russa, atrai a atenção dos turistas que vão a Rostov. No local, há uma estátua em homenagem ao escritor. Deve-se ter cuidado para não confudir com Rostóv Veliki, ou Rostóv Grande, que são outras cidades.

O estádio está localizado próximo aos principais hotéis da cidade, que não são muito variados.

Rostov Arena
O estádio fica em uma região tradicionalmente turística da cidade de Rostov, próxima ao rio Don, que serve de inspiração para seu design. Com capacidade para 45.145 torcedores, será a nova casa do Rostov depois do Mundial, e durante o torneio será palco para quatro jogos da fase de grupos e um das oitavas de final.

7 – Níjni Novgorod

Assim como muitas outras cidades russas, Níjni Novgorod também possui um Kremlin. A fortaleza começou a ser construída em 1374, e hoje é um dos locais mais visitados na pequena cidade. Chamada de “Górki”, em homenagem ao grande escritor russo, a cidade era “fechada” durante boa parte da existência da União Soviética, por conta das pesquisas sobre armas nucleares.

Há muitos hotéis localizados próximo ao estádio da cidade. Eles oferecem diárias mais em conta que algumas sedes.

Nizhny Novgorod Stadium
Também saiu do zero, planejado especificamente para o Mundial de 2018. O estádio terá capacidade para 44.899 mil fãs e foi construído próximo à confluência dos rios Volga e Oka. Ele será a casa do Olympiets Nizhny Novgorod após a Copa do Mundo. Abrigará quatro partidas da fase de grupos, uma oitava de final e um duelo das quartas.

8 – Volgogrado

A cidade tem até hoje uma forte ligação com a famosa Batalha de Stalingrado (antigo nome da cidade), que foi considerada um dos pontos mais importantes da Segunda Guerra Mundial, onde a expansão nazista teria sido contida. Por isso, os monumentos no alto do Monte Mamaev, que formam um memorial sobre o duelo, recebem muitos turistas anualmente. Também há um museu sobre a batalha na cidade.

Localizada perto de um dos pontos turísticos da cidade, a Volgogrado Arena tem hotéis próximos com preços atrativos.

Volgograd Arena
Construído ao lado do antigo estádio da cidade, que era um dos grandes palcos do futebol russo, possui capacidade para 45.568 pessoas e será casa do FC Rotor depois da Copa do Mundo. Durante o torneio, terá quatro jogos da fase de grupos.

9 – Saransk

É a capital da República da Mordóvia, que, assim como o Tataristão, é uma das que compõem a Federação Rússia. Uma das principais atrações de Saransk foi construída neste século: a catedral ortodoxa em homenagem a Fyodor Ushakov, um ilustre comandante da marinha russa que foi canonizado pela igreja ortodoxa. A obra foi finalizada em 2006, mas possui as características da arquitetura da época do império russo, o que atrai muitos turistas ao local.

Os hotéis mais próximos à Mordovia Arena não oferecem muitas alternativas para os fãs que visitarem a cidade de Saransk.

Mordovia Arena
A arena poderá abrigar até 44.442 torcedores durante a Copa do Mundo, mas depois será parcialmente desmontada, tendo capacidade reduzida para 25 mil fãs nos jogos do FC Mordovia. Será palco de quatro jogos da fase de grupos no Mundial.

10 – Caliningrado

Uma das áreas mais visitadas de Caliningrado é o istmo da Curlândia, região que faz fronteira com a Lituânia. Trata-se de um faixa de terra entre a Mar Báltico e o Lago da Curlândia, que tem com ecossistema preservado e é considerado Patrimônio Mundial pela Unesco. Também é conhecido como Königsberg, foi capital da Prússia até 1945. Durante a II Guerra Mundial, foi completamente arrasada pelos bombardeios britânicos e invadida em 1945 pelo Exército Vermelho. Seu nome faz referência a Mikhail Kalinin, um dos quatro fundadores da União Soviética.

Apesar de estar geograficamente fora da Rússia, a região tem preços parecidos com o restante das sedes da Copa do Mundo. Busque os hotéis próximos ao novo estádio de kaliningrado.

Kaliningrad Stadium
O estádio foi construído especificamente para o Mundial. A Fifa justificou a escolha pela cidade como sede justamente para incentivar o desenvolvimento da região, que receberá prédios ao redor do estádio após a Copa. Com capacidade para 35.212 pessoas ele servirá de casa para o FC Baltika. Durante o Mundial, será palco de quatro jogos da fase de grupos.

11 – Iecaterimburgo

A cidade possui algumas atrações para os turistas, como a vista do edifício Vysotsky, o segundo mais alto do país fora de Moscou, e o Ganina Yama, um monastério construído em homenagem aos membros da família Romanov, do czar Nicolau II, assassinados no começo do século passado, e a divisa “oficial” entre Europa e Ásia. É também a terra natal de Boris Iéltzin, o primeiro presidente da nova Rússia.

Sendo construído no mesmo local onde o Ural já tinha um estádio, a região tem hotéis três estrelas nas proximidades.

Ekaterinburg Arena
É mais uma arena reformada especialmente para a Copa do Mundo. Inaugurado em 1953 e reestruturado em 2011, o estádio é a casa de um dos mais antigos clubes de futebol do país, o FC Ural, tem capacidade para 35.696 pessoas e abrigará quatro jogos da fase de grupos.

É bom comprar um chip internacional para usar durante a estadia no país. Além de evitar gastos inesperados com o serviço de roaming, ter um chip com internet, SMS, serviço de voz e GEO Localizador Global – que permite monitorar a distância sua localização geográfica -, você estará compartilhando tudo no maior evento de futebol do mundo. No MySimTravel tem diversos planos. Se está planejando sua viagem para Copa do Mundo 2018, conheça aqui as ofertas de Internet para Rússia. Compre aqui – Pacotes com Internet 5GB / 10GB / 15GB. E não se esqueça do SEGURO VIAGEM.

Como chegar

Air France, Emirates, Ibéria, KLM, Turkish Airlines, British Airlines e Lufthansa e a Delta. Dependendo da conexão, a viagem pode durar 16 horas. Importante: Companhias europeias e do Oriente Médio oferecem voos para Moscou com apenas uma parada.

Com informações do GloboEsporte.com


PLANEJE A SUA VIAGEM COMPLETA AQUI


♦ HOSPEDAGEM: Booking | Hotel Urbano | Airbnb - Ganhe R$130

♦ SEGUROS DE VIAGEM: Seguros Promo  | Sulamérica Seguros

♦ CHIP INTERNACIONAL: My Simtravel

♦ ALUGUEL DE CARRO: Rentcars

  ♦ TICKETS DE TREM: Rail Europe

TOURS E EXCURSÕES: Ticketbar

♦ PASSAGEM AÉREA: Passagens Promo

♦ CARTÃO DE CRÉDITO INTERNACIONAL: ZenCard (pré-pago)

INGRESSOS PARA MUSICAIS, TRANSFERS E TOURS GUIADOS: Weplann

♦ INGRESSOS INTERNACIONAIS PARA ESPORTES E SHOWSSports Events 365

PARQUESUniversal Studios Florida | Universal's Islands of Adventure | Universal’s Volcano Bay


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of