Dicas & Destinos

7 dicas para não errar no passeio à Cidade Proibida de Pequim

Como visitar a Cidade Proibida de Pequim: 7 dicas para não errar no passeio. O complexo é gigante e pode parecer confuso, mas algumas práticas simples vão facilitar sua jornada.

Chegar sem planejamento na Cidade Proibida pode até assustar o visitante mais desavisado: detectores de metais nas calçadas de Pequim, policiais exigindo passaporte para atravessar a rua, aglomerações, filas lá fora, mais filas lá dentro…

A equipe do buscador de voos Viajala.com.br esteve na capital chinesa e, depois de penar para fazer essa visita, contou com exclusividade para o Embarque na Viagem algumas dicas de sobrevivência para você aproveitar ao máximo um dos principais pontos turísticos do mundo (e não se perder lá dentro!).

1. Leve seu passaporte

Tem quem evite sair do hotel com os documentos pelo medo de perdê-los na viagem, mas, em Pequim, isso não é uma boa ideia. O passaporte poderá ser exigido nas imediações de prédios oficiais da Avenida W Chang’an, a principal da cidade, antes mesmo de você entrar na Cidade Proibida, e ele ainda serve como ingresso no complexo em si. Invista em uma doleira para manter sua carteira segura e leve seu passaporte aonde for.

2. Chegue cedo

Quando se trata da China, “chegar cedo” nas atrações turísticas é uma questão de sobrevivência da sua visita – e mais ainda, das suas fotos. A Cidade Proibida é muito concorrida e, por isso, lota rapidamente. Ela abre as 8h30 e, quanto antes você chegar, maior é sua chance de conseguir visitar ao menos uma parte dela sem tanta gente ao redor. Várias atrações dentro da Cidade Proibida também possuem filas separadas e ingressos cobrados à parte. Se você deixar para ir depois do almoço, é provável que encontre algumas dessas bilheterias fechadas ou até que nem consiga mais entrar lá dentro. Além disso, o complexo é enorme e a visita completa dificilmente demora menos de quatro horas.


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!💡 Clique neste link para encontrar os melhores preços. 💡 ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


3. Use sapatos confortáveis

De novo: a visita completa dificilmente demora menos de qua-tro ho-ras. Quatro horas dando voltas, de um lado ao outro, em uma cidade labiríntica com poucos espaços para sentar e descansar. Pense nisso.

4. Seja como for seu budget, contrate um guia

Mesmo se a grana estiver apertada, não dispense uma ajuda de quem conhece a Cidade Proibida. Sem isso, você pode se deparar com dois problemas: 1, ver apenas construções chinesas sem sentido, por não entender a história por trás delas; e 2, perder tempo por não conseguir se encontrar lá dentro, caminhar em círculos, errar saídas, voltar onde já esteve… O complexo é cheio de histórias incríveis de séculos passados – tem romances e intrigas para nenhum fã de Game of Thrones colocar defeito.

Você pode contratar um guia informalmente nos arredores da Cidade Proibida (vários oferecem o serviço aos visitantes lá fora) ou na entrada do complexo, escolhendo entre a opção de guia mesmo, ou audioguide. Ter um guia físico é muito melhor para interagir e fazer perguntas, mas o audioguide é uma opção bem barata, que pode servir para quem viaja com pouca grana. Ele funciona com um GPS e conta histórias sobre o lugar onde você está, com base na sua localização.

5. Leve muita água

E até um snack, se quiser. Lá dentro, são poucos os pontos de venda de comida e, por ser uma cidade labiríntica, você pode demorar um bocado até se encontrar com um deles.

6. Combine a visita com a Tian’anmen Square, a Praça da Paz Celestial

Ela fica na frente da Cidade Proibida e é uma boa conhecer as duas no mesmo dia, principalmente se você não estiver hospedado na região. A praça é icônica na cidade – foi lá que aconteceu o protesto dos estudantes em 1989, repreendido pelo governo chinês na base de tanques de guerra, deixando centenas (ou milhares, já que as contagens da Cruz Vermelha e dos manifestantes divergem) de mortos. Além disso, ela guarda o corpo embalsamado do líder da Revolução Chinesa Mao Tsé-Tung, morto em 1976. O túmulo de vidro dele só pode ser visitado de manhã e não é possível entrar com mochilas, bolsas grandes e sacolas.

7. Depois da visita, suba o morro

Sim, você vai estar exausto. Mas acredite, a última etapa da sua visita à Cidade Proibida, que consiste em subir a escadaria do parque Jingshan e chegar no topo do morro, é tão incrível quanto a visita em si. De lá, você enxerga não só todo o skyline de Pequim, mas também a Cidade Proibida inteirinha fazendo um desenho de telhados avermelhados que se separam completamente do resto da cidade.


PLANEJE A SUA VIAGEM COMPLETA AQUI


♦ HOSPEDAGEM: Booking | Hotel Urbano | Airbnb - Ganhe R$130

♦ SEGUROS DE VIAGEM: Seguros Promo  | Sulamérica Seguros

♦ CHIP INTERNACIONAL: My Simtravel

♦ ALUGUEL DE CARRO: Rentcars

  ♦ TICKETS DE TREM: Rail Europe

TOURS E EXCURSÕES: Ticketbar

♦ PASSAGEM AÉREA: Passagens Promo

♦ CARTÃO DE CRÉDITO INTERNACIONAL: ZenCard (pré-pago)

INGRESSOS PARA MUSICAIS, TRANSFERS E TOURS GUIADOS: Weplann

♦ INGRESSOS INTERNACIONAIS PARA ESPORTES E SHOWSSports Events 365

PARQUESUniversal Studios Florida | Universal's Islands of Adventure | Universal’s Volcano Bay


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *