Dicas & Destinos

Marco das Três Fronteiras: o ponto de encontro entre três nações

Em minha mais recente visita à cidade de Foz do Iguaçu eu pude revisitar um ponto turístico que, graças aos deuses do universo, foi TOTALMENTE reformulado e preparado para receber os turistas de toda parte do mundo. Eu estou falando do Marco das Três Fronteiras que é visita obrigatória para quem deseja entender melhor a geografia de Foz e, assim, poder aproveitar ainda mais as maravilhas da região.

Inaugurado em 1903, o local está um primor só, valorizando e muito a história riquíssima da região, sua cultura e facilitando ainda mais a vida do turista que por lá chega ávido por informações.

Geograficamente falando, é dali que podemos usufruir a visão simultânea dos rios Iguaçu e Paraná que, naquele exato local, fazem a fronteira líquida entre Brasil, Paraguai e Argentina. De lados opostos encontram-se as bandeiras dos 3 respectivos países, tornando assim mais simples a compreensão territorial.


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!💡 Clique neste link para encontrar os melhores preços. 💡 ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


Como disse anteriormente, este local foi totalmente remodelado e hoje possui uma estrutura acolhedora para o visitante, composta de um Centro de Visitantes, uma Vila Cenográfica das Missões Jesuíticas, o Memorial Cabeza de Vaca, um restaurante, além é claro, do grandioso obelisco. Vale lembrar que anos atrás, esse lugar estava um verdadeiro matagal abandonado. Me lembro de ter levado meu filho lá para conhecer e ele ficou espantado com o descaso de tal atrativo na cidade. Ele, com seus 12 anos dizia que era “um absurdo um lugar tão importante como aquele não ter nada de legal para fazer, como as pessoas iriam gostar dali?”. O fato é que as coisas mudaram, e desde que o Grupo Cataratas assumiu a concessão do local, tudo mudou, pra muito melhor.

Centro de Visitantes

Logo na entrada você vai encontrar uma confortável estrutura de apoio ao turista, com informações em espanhol, português e inglês, em uma bela área que foi totalmente inspirada na impressionante arquitetura das Missões Jesuíticas.

Vila Cenográfica das Missões Jesuíticas

Aqui a gente faz uma emocionante imersão na saga histórica dos padres jesuítas e índios que habitaram a região nos séculos XVI e XVII e, juntos, criaram uma cultura única em todo o mundo.

Memorial Cabeza de Vaca

Neste local o visitante poderá conhecer um pouco a história de um dos caras mais incríveis que pude tomar conhecimento nos últimos anos. Entre tantas habilidades, Cabeza de Vaca também era um explorador que chegou pelas terras do sul depois de verdadeiras e inacreditáveis aventuras, que são muito bem explicadas em um pequeno filme, que é projetado na sala de cinema do memorial. Ali você vai saber mais sobre a coragem e a determinação do grande navegante, explorador e aventureiro espanhol, o primeiro homem branco a ver as Cataratas do Iguaçu, em 1542.

Restaurante, bar e lanchonete Cabeza de Vaca

Aqui é o local certo para sentar, beber, comer e relaxar depois da visita. Quando estive por lá, aproveitei para jantar e descansar um pouco, o dia havia sido intenso. Me lembro que do jeito que chovia lá fora, não havia lugar mais conveniente para estar. Abrigo, comida quentinha e bem temperadinha, e um papo bom com a amiga Thailise Monteiro, do Blog A Cara do Rio, que é minha companheira oficial de viagens e aventuras, e nesta viagem por Foz topou todas as maluquices, aventuras e descobertas comigo.

Se você quer uma experiência ainda mais bacana, a dica é: garanta um lugar na varanda. Assim, você vai curtir uma incrível vista panorâmica dos rios gigantes e, no final da tarde, poder contemplar o pôr do sol que, sozinho, já valeria o passeio. Infelizmente, como chovia muito naquele momento, o melhor mesmo foi me abrigar na parte de dentro, o vento era de cortar a alma.

Aproveite também para admirar o belo mural que recria artisticamente a linha do tempo da região, destacando a história, a geografia, os habitantes originais e as cataratas, até desembocar na construção da Ponte da Amizade e da Usina de Itaipu.

Na parte externa você vai encontrar o centenário Obelisco com um show de jatos d’água, luzes e cores no seu entorno. Aproveite para fazer suas fotos de todos os ângulos possíveis, o lugar é super instagramável.

Já para a criançada, um playground com brinquedos criativos e atividades vão deixar o passeio mais divertido. Se você tiver tempo, também vale embarcar para um passeio pelas águas dos grandes rios.

Claro que para terminar vale uma passadinha na loja de suvenires para comprar uma lembrancinha da visita. Lá você vai encontrar roupas, chapéus, chaveiros e esculturas, entre muitos outros produtos, mas não espere preços baratinhos. Sinceramente eu achei tudo muito caro, mas existem algumas coisas que você só vai encontrar ali, então, não custa dar uma olhada.

Se você puder ficar até mais tarde, vale assistir a apresentação que rola toda noite por lá, por volta das 20h. Na noite de minha visita, dançarinos encenavam o minueto, uma dança de origem francesa do século XV.

Curiosidades

– Visto do alto, o obelisco do lado brasileiro da fronteira forma um triângulo perfeito com os seus similares do Paraguai e da Argentina.

– Símbolo da origem de Foz do Iguaçu, o obelisco foi construído em 1903, na Colônia Militar de Vila Iguassu, fundada para promover e facilitar o processo de povoamento da região, no final do século XIX.

– Um dos raros registros fotográficos da Coluna Prestes, movimento revolucionário que percorreu 25 mil km no interior do Brasil, tem como cenário o obelisco e, ao fundo, o Rio Paraná. Um grupo de soldados-cidadão, como eram chamados, aparece perfilado, com suas espingardas em riste, paralelas ao monumento.

– O Marco das Três Fronteiras já foi palco de reuniões e eventos ligados ao Mercosul.

– Em breve o Marco terá torres temáticas com mirantes de observação, ligadas entre si por passarelas aéreas e um sofisticado sistema de iluminação sobre jatos d’água no rio.

Fotos: Naira Amorelli/Divulgação

A Viagem para Foz do Iguaçu contou com o apoio de: Brasil das Águas Turismo (receptivo e transfer), Concept Design  HostelBelmond Hotel das Cataratas e Wish Foz do Iguaçu by GJP Hotels (hospedagem), Cataratas do Iguaçu S.A (Porto Canoas, Cataratas do Iguaçu e Marco das Três Fronteiras), Rafain Churrascaria ShowPorto KattamaramParque das AvesMacuco Safari e Helisul (voo Panorâmico).


PLANEJE A SUA VIAGEM COMPLETA AQUI


♦ HOSPEDAGEM: Booking | Hotel Urbano | Airbnb - Ganhe R$130

♦ SEGUROS DE VIAGEM: Seguros Promo  | Sulamérica Seguros

♦ CHIP INTERNACIONAL: My Simtravel

♦ ALUGUEL DE CARRO: Rentcars

  ♦ TICKETS DE TREM: Rail Europe

TOURS E EXCURSÕES: Ticketbar

♦ PASSAGEM AÉREA: Passagens Promo

♦ CARTÃO DE CRÉDITO INTERNACIONAL: ZenCard (pré-pago)

INGRESSOS PARA MUSICAIS, TRANSFERS E TOURS GUIADOS: Weplann

♦ INGRESSOS INTERNACIONAIS PARA ESPORTES E SHOWSSports Events 365

PARQUESUniversal Studios Florida | Universal's Islands of Adventure | Universal’s Volcano Bay


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *