Dicas & Destinos

12 ruínas incríveis para visitar pelo mundo

Ruínas de civilizações e sociedades passadas podem ser encontradas em todo o mundo. Às vezes, elas se situam no meio de cidades modernas e prósperas, e outras vezes no deserto remoto. Esse tesouros antigos são inestimáveis para arqueólogos, historiadores e antropólogos, e muitas vezes atraem multidões de turistas. Algumas dessas ruínas tornaram-se Patrimônio Mundial da UNESCO, por causa da sua importância histórica, científica ou cultural, e são protegidas por meio de tratados internacionais. Confira algumas delas:

Machu Picchu

Uma das ruínas mais emblemáticas do mundo, Machu Picchu foi uma cidade construída pelo imperador Inca Pachacuti, no século XV. Como Patrimônio Mundial da UNESCO, é o principal destino turístico do Peru.

macchu picchu

Stonehenge

Considerado um dos marcos britânicos mais emblemáticos, a misteriosa formação rochosa de Stonehenge tem deixado turistas perplexos durante séculos e já atraiu multidões de todo o mundo. Existem várias teorias sobre o destino do monumento, incluindo a teoria de que ele foi utilizado em cerimônias fúnebres, ou de que o lugar seja sagrado e de cura.

Stonehenge


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!? Clique neste link para encontrar os melhores preços.  ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


Estátuas moais, na Ilha de Páscoa

Dizem que essas 887 estátuas, construídas entre 250 e 1500 d.C., foram feitas para representar os rostos de antepassados divinizados do povo Rapa Nui. O esforço criativo para esculpir cada estátua e, depois, colocá-las ao redor da ilha é considerado um feito notável, tanto é que especialistas, até hoje, não têm certeza de como isso aconteceu.

Estátuas moais, na Ilha de Páscoa chile

O Coliseu

Terminado em 80 d.C., o Coliseu é uma das ruínas mais conhecidas da Roma Antiga e o maior anfiteatro já construído. Antigamente, era palco de lutas épicas de gladiadores, hoje é um importante destino turístico para quem visita a Roma atual.

O Coliseu

Petra

Conhecida como a “cidade rosa”, Petra é o destino turístico mais visitado da Jordânia e serviu de palco para as filmagens do memorável Indiana Jones e a Última Cruzada. Fundada em torno de 312 a.C., a cidade foi a capital dos nabateus árabes e permaneceu desconhecida para o mundo ocidental até 1812. Atualmente, é patrimônio mundial da UNESCO e enfrenta muitas ameaças naturais, incluindo erosão, meteorização do sal e turismo insustentável.

Petra

O Parthenon

O Parthenon, um templo dedicado à deusa Palas Atena, concluído em 438 a.C., é o símbolo mais emblemático da Grécia Antiga e uma das ruínas mais reconhecidas em toda a civilização ocidental. Apenas algumas esculturas originais permanecem no templo, sendo que a maioria delas está exposta no Museu da Acrópole de Atenas e no Museu Britânico, em Londres.

O Parthenon


Continua depois da publicidade Ⓘ

✔ PAUSA PARA O MERCHAN: Acompanhe também as principais notícias de Portugal num único lugar: www.portaldeportugal.com - dicas, curiosidades e muita informação.


As Pirâmides de Gizé

Uma das sete maravilhas do mundo, as pirâmides de Gizé têm permeado nossa imaginação por milênios com sua engenharia incrível e mistério. O maior complexo de pirâmides consiste em três grandes pirâmides, A Grande Esfinge, vários cemitérios e um local conhecido como a vila dos trabalhadores. As pirâmides foram construídas para abrigar corpos de Faraós, além de vários itens que eles precisariam para começar sua jornada após a morte.

As Pirâmides de Gizé

A Pirâmide de Iucatã, Chichén Itzá

Construído pelos Maias entre os séculos IX e XII EC, este templo ao deus Kukulcan é destino turístico popular na península de Iucatã, no México, principalmente durante os equinócios da primavera e outono, quando o sol forma sombras que se assemelham a serpentes na parede da pirâmide. Em 2006, após um acidente trágico que levou a morte de um turista, a escalada pela pirâmide foi proibida.

A Pirâmide de Iucatã, Chichén Itzá

A Muralha da China

Um dos monumentos mais reconhecidos nesta lista, a Grande Muralha da China é, na verdade, uma série de muros construída para diferentes finalidades e sob distintas dinastias. Partes da muralha estão completamente destruídas, enquanto outras estão em mau estado, o que torna difícil ter ideia exata da sua extensão. Um levantamento arqueológico recente estima que a dimensão  da muralha chega a 21.196 quilômetros.

A Muralha da China

Mesa Verde

A maior reserva arqueológica dos Estados Unidos, as cavernas Mesa Verde são uma relíquia dos “Ancestral Puebloans”, uma cultura nativo americana que uma vez pertenceu ao Four Corners, região em que se encontram 4 estados – Colorado, Novo México, Arizona e Utah. A reserva é conhecida por suas casinhas construídas sob a pedra de um penhasco.  

Mesa-Verde-Caves

Bagan, Burma

Este antigo local em Mianmar não é apenas um templo ou monumento – é uma cidade inteira. Habitada entre os séculos IX e XIII, Mianmar era conhecida como “Kingdom of Pagan” (da Dinastia Pagã). Abrangendo 67.34 quilômetros, o local inclui milhares de templos e pagodes antigos, incluindo o reverenciado Ananda, que às vezes é chamado de “Abadia de Westminster da Birmânia”.

Bagan, Burma

Angkor Wat

Este antigo complexo de templos no Camboja tem uma longa história, começando com sua construção no final do século XII. Originalmente fundado como um templo hindu dedicado a Vishnu, gradualmente o templo se tornou um lugar de adoração budista. O lugar sofreu danos nos anos 70 e 80, durante o controle cambojano do Khmer Rouge. Mas quem mais causou destruição ao templo foram ladrões de obras de arte que decapitaram quase todas as suas estátuas. Independentemente disso, esta antiga ruína continua a ser um símbolo de orgulho do Camboja, fazendo parte até mesmo de sua bandeira nacional.

Fonte: Shutterstock

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM AQUI 


  Seguros Promo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *