Mundo Acessível & Sustentável

Proibição de casamento homoafetivo no Brasil: Nós votamos não!

Muitos casais optam por fazer uma cerimônia intimista quando vão se casar, em um momento reservado apenas ao casal para celebrar o amor, a união e quem sabe até trocar alianças de ouro. Outras já preferem aquela festa para todos os familiares, amigos e pessoas conhecidas.

Os casamentos movimentam muitos destinos nacionais e internacionais, fomentando o turismo, pois essa escolha pode ser ainda mais barata do que um casamento tradicional na igreja, quando se opta por um “elopement wedding”, já que, com uma festa para centenas de convidados, é necessário providenciar todos os comes e bebes, além da locação do espaço e outros gastos. Ou ainda para a lua de mel, onde os recém casados, e também turistas, viajam para relaxar e se desconectar do mundo, buscando um lugar para celebrar o amor e ter dias inesquecíveis com a pessoa que ama.

Como disse, o casamento celebra o amor entre as pessoas, independente de ser homossexual ou hétero, mas seres humanos que se amam. O casamento homoafetivo no nosso País é permitido desde o ano de 2011, por uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que deu à união homoafetiva direitos iguais aos da união heterossexual.

Agora, o portal do Senado brasileiro acaba de abrir uma pesquisa online para consultar a vontade popular de que se proíba ou não o casamento homoafetivo no Brasil. Você não leu errado, e por mais absurdo que possa parecer, estão sugerindo que os brasileiros votem contra um direito já adquirido há anos por quem se ama.

A enquete tem como base uma proposta de lei do Senador Magno Malta, do PDL, que visa impedir a decisão do  CNJ – Conselho Nacional de Justiça que celebra a união homoafetiva como casamento em cartórios de todo o território Nacional. Desde maio de 2013 os cartórios de todo o país realizam o casamento civil, convertendo a união estável homoafetiva em casamento.


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!💡 Clique neste link para encontrar os melhores preços. 💡 ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


Somos contra esse absurdo e pedimos respeito à quem discorda, pois se querem ser respeitados em suas convicções, precisam respeitar as convicções alheias também. E se você pensa como nós do Portal Embarque na Viagem, clique aqui e acesse o site do Senado para votar NÃO.

Vale lembrar que votações online no site do Senado não tem validade legal, mas podem servir de termômetro para se colocar ou não votações e discussões em pauta oficialmente.


PLANEJE A SUA VIAGEM COMPLETA AQUI


♦ HOSPEDAGEM: Booking | Hotel Urbano | Airbnb - Ganhe R$130

♦ SEGUROS DE VIAGEM: Seguros Promo  | Sulamérica Seguros

♦ CHIP INTERNACIONAL: My Simtravel

♦ ALUGUEL DE CARRO: Rentcars

  ♦ TICKETS DE TREM: Rail Europe

TOURS E EXCURSÕES: Ticketbar

♦ PASSAGEM AÉREA: Passagens Promo

♦ CARTÃO DE CRÉDITO INTERNACIONAL: ZenCard (pré-pago)

INGRESSOS PARA MUSICAIS, TRANSFERS E TOURS GUIADOS: Weplann

♦ INGRESSOS INTERNACIONAIS PARA ESPORTES E SHOWSSports Events 365

PARQUESUniversal Studios Florida | Universal's Islands of Adventure | Universal’s Volcano Bay


12 Comentários

  1. 7 de novembro de 2018 ás 21:21 Responder
    Zandor

    Será que podemos fazer um abaixo assinado para retirar o Magno Malta.
    O Estado é laico.

  2. 7 de novembro de 2018 ás 12:40 Responder
    Sidnei Rosa Cristiano

    A diversidade tem que ser respeitado. Viva o amor, a paz, a liberdade de ser feliz…

  3. 7 de novembro de 2018 ás 09:57 Responder
    Marilza perdigão gurgel

    Nāo acho que deva preocupar com isso, a econômia, e o principal: deixar as pessoas viverem como querem. Saúde, escolas, empregos e faculdades estão precárias.

  4. 6 de novembro de 2018 ás 15:07 Responder
    Amélia Flores Gomes Sá

    Parabéns pelo posicionamento e por não omitir a opinião em um assunto que nem deveria estar em votação ou em qualquer conversa, e também parabéns por conseguir manter a sua linha editorial de viagem para incluir esse absurdo que é essa votação. Deixe o povo se amar!

    • 6 de novembro de 2018 ás 15:10
      Redação

      Amélia, muito obrigado. Agradeçemos por sua audiência e torcemos por dias melhores para todos!

  5. 5 de novembro de 2018 ás 18:29 Responder
    Sohaila

    Como disseram, nós quem pagamos os salários desses homens, que muitas vezes brincam de trabalhar, cuidem da saúde e da educação, só assim podemos ser um país melhor.

  6. 5 de novembro de 2018 ás 13:52 Responder
    Luiz Fernando

    com tanta coisa mais relevante pra ser votada… pelo amor de Deus! falta de um tanque de roupa suja pra lavar. todos têm o direito de amar quem quer que seja. bando de gente mal amada!

  7. 5 de novembro de 2018 ás 13:46 Responder
    Edgard Silva Costa

    Esse cara não tem o que fazer, isto é para agradar o chefe.

  8. 5 de novembro de 2018 ás 09:30 Responder
    JGuimaraes007

    Meu Deus!!! Tanta coisas, importantes, a serem votadas naquele mausoléu que é o Congresso. E esses nefastos, que vivem as nossas custas, se preocupando vom a vida privada das pessoas. Em essas uniões influenciam na vida do povo brasileiro?

  9. 5 de novembro de 2018 ás 07:17 Responder
    Luiz Carlos

    Eu penso que existem outras coisas mais interessantes para se votar ….

  10. 4 de novembro de 2018 ás 19:34 Responder
    Mauricio

    Só tenho uma coisa a dizer
    O poder emana do povo… Não o contrário
    Meia dúzia de pessoas concursados não pode falar em nome de todos

    • 5 de novembro de 2018 ás 15:17
      Stalinho

      Concordo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *