Dicas & Destinos

Férias na Argentina: Qual moeda devo levar?

Vai passar as férias na Argentina? O que é melhor levar: dólares, reais ou pesos? Confira todas as informações que você precisa saber para curtir a Argentina da melhor maneira.

A Argentina é um dos destinos mais diversificados da América do Sul, é a terra do tango e das milongas, da cosmopolita Buenos Aires, do Fogo (Patagónia), do vinho (Mendoza), das Cataratas (Iguazú) e de vários atrativos naturais e culturais.

Viajar para países cuja moeda original é fraca em comparação ao dólar requer alguns cuidados na hora de escolher o câmbio e sempre gera muitas dúvidas. Pois bem, chegou a hora de sanar essas e outras dúvidas sobre moedas na Argentina, para que você possa economizar bastante na sua viagem.

Patagônia – a Terra do Fogo

Qual é a moeda utilizada na Argentina? Oficialmente, o peso argentino (ARS), porém, por se tratar de um destino turístico visitado por pessoas de todo o mundo, outras moedas também são aceitas.

Será que é melhor comprar pesos argentinos já no Brasil ou levar dólares e deixar para fazer o câmbio lá? Vale a pena levar reais também?


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!? Clique neste link para encontrar os melhores preços.  ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


A melhor opção hoje seria levar reais para a Argentina e fazer o câmbio lá, mas a recomendação básica é sempre levar uma moeda forte, como dólar ou euro porque as taxas de câmbio de moedas fracas no Brasil sempre são desvantajosas em comparação ao câmbio no país de destino. [*Economize nas passagens aéreas com a Conecta Voos – Ferramenta de viagens que reúne, compara e aponta opções mais em conta de passagens aéreas e pacotes de viagens em diversas agências de viagens e companhias aéreas – acesse www.conectavoos.com]

Então, devo levar dólares ou euros?

Na Argentina, o dólar é muito aceito no comércio, inclusive com taxas mais convidativas do que nas casas de câmbio. Trata-se de câmbio negro, uma prática irregular, mas que já está enraizada na cultura desse país por causa das constantes desvalorizações da moeda local. Se optar por trocar moeda no comércio ou táxi, tome cuidado para não receber notas falsas de troco.

A compra de uma moeda fraca no Brasil, como o peso argentino, fica mais cara devido aos custos operacionais da casa de câmbio para trazer e manter esse dinheiro guardado no país.

Prefira moeda em espécie para fugir do IOF alto

As compras de moeda estrangeira em espécie estão sujeitas à alíquota de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) de 1,1%, enquanto a carga de cartão pré-pago ou as compras de cartão de crédito pagam 6,38% de imposto. Em uma compra de US$ 1.000, ao câmbio de R$ 4 por dólar, você pagará R$ 44 de IOF se levar dinheiro em espécie. Se optar pelo cartão pré-pago, o imposto sobe para R$ 255,20. Com a diferença de R$ 211,20, seria possível comprar mais US$ 52 em espécie. Além disso, no caso de uso do cartão pré-pago em um país cuja moeda é diferente da que foi carregada no cartão, há cobrança de uma taxa extra de 5,5% sobre os valores gastos. Se a opção for usar o cartão de crédito, as compras estarão sujeitas a duas operações de câmbio, da moeda local para o dólar e depois para o real, o que também implica cobrança de taxas extras.

Leia também: Passagem aérea barata: Fique de olho nas promoções

férias na Argentina

Normalmente usar o cartão de crédito sai mais caro do que levar o pré-pago, mas, por segurança, leve parte do dinheiro em espécie, e carregue também o cartão pré-pago ou o cartão de crédito.

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM AQUI 


  Seguros Promo

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se agora no nosso canal e confira muitas dicas!!! Acesse youtube.com/user/embarquenaviagem?sub_confirmation=1, inscreva-se, e tenha muito mais conteúdo útil para sua próxima viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *