Dicas & Destinos

As ruas mais coloridas da Europa

Que a Europa é um verdadeiro tesouro, todos nós já sabemos, mas o que muitas pessoas não fazem ideia é da quantidade de lugares super coloridos que estão apenas à espera para serem descobertos. Das cidades mais bonitas e aldeias remotas a prédios incomuns e casas de pescadores e ruas multicoloridas. Reunimos aqui algumas das nossas ruas favoritas que estão cheias de cor. Vem conferir as ruas mais coloridas da Europa.

Happy Rizzi Haus em Braunschweig, Alemanha

Pintado pelo artista americano James Rizzi em seu particular estilo gráfico ilustrativo, o Happy Rizzi Haus pode ter dividido a opinião entre os jovens e antigos moradores de Braunschweig, mas certamente trouxe cor para Ackerhof.

Projetado por Konrad Kloster, o complexo de escritórios incorpora janelas deformadas e relevos que imitam o estilo de desenho de Rizzi.

La Muralla Roja, Espanha

O conjunto habitacional espanhol, em tons vermelhos, pode-se assemelhar a um desenho maluco de M. C. Escher, mas na verdade foi inspirado pelas tradições da casbah.


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!? Clique neste link para encontrar os melhores preços.  ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


A criação do arquiteto Ricardo Bofill, construída em 1973, “The Red Wall” tem ecos do arquiteto mexicano Luis Barragán.

Burano, Itália

É uma pena não poder se teletransportar agora para admirar as casas de pescadores de cores vivas na ilha de Burano, em Veneza.

Mantendo um esquema de cores rigoroso, que está em vigor desde a fundação da ilha, os moradores não podem pintar as suas casas numa das cores do arco-íris sem primeiro obter permissão do governo.

Stortorget em Estocolmo, Suécia

Stortorget, a praça mais antiga de Estocolmo, é conhecida por duas coisas: o seu famoso mercado de Natal e as casas de comerciantes impressionantemente pintadas do século XVII.

Os arrojados edifícios vermelhos, amarelos e verdes no coração de Gamla Stan (Cidade Velha) animam os dias mais escandinavos e podem ser o cenário perfeito para as suas férias.

Nyhavn, Copenhagen

Nunca nos cansamos suficientemente dos edifícios coloridos do século XVII que se alinham ao lado norte do antigo porto de Nyhvn, em Copenhaga, onde o escritor Hans Christian Andersen viveu.


Continua depois da publicidade Ⓘ

✔ PAUSA PARA O MERCHAN: Acompanhe também as principais notícias de Portugal num único lugar: www.portaldeportugal.com - dicas, curiosidades e muita informação.


Main Square of Poznań, Polônia 

A Praça do Mercado Velho de Poznań, na Polônia, está rodeada por casas de antigos comerciantes que foram pintadas em tons mediterrâneos de azul, verde e amarelos terrosos.

Grande parte da praça foi destruída durante a Segunda Guerra Mundial e foi cuidadosamente reconstruída na década de 1950, de modo que cada edifício é único, com diferentes detalhes ornamentados.

Colmar, França

Considerada uma das cidades mais bonitas da Europa, todas as ruas desta cidade medieval da Alsácia são uma explosão de cores.

Apelidada de “Pequena Veneza”, a mistura de arquitetura germânica e francesa, bem preservada, confere à cidade um selo de estilo único que continua a cativar os visitantes.

Vernazza, Itália

Numa parte da Riviera Italiana de Cinque Terre, todos os edifícios na pequena cidade costeira de Vernazza são uma variedade vibrante de laranjas e amarelos de verão.

A lenda quer que acreditemos, como Burano, que os pescadores pintaram as casas com tons coloridos para distingui-las do mar, mas é mais provável que seja devido ao fluxo de turismo nos anos 70 quando as aldeias, outrora difíceis de alcançar, se tornaram mais conectadas pela rede ferroviária.

Rue Crémieux em Paris, França

Apenas a uma curta caminhada da agitação da Gare de Lyon, no 12º Arrondissement de Paris, há um enclave em fantásticos tons de pastel.

Forrada com vasos de plantas de terracota e floreiras, a rua residencial em homenagem a um ministro da justiça, Adolphe Crémieux, possui uma coleção de casas pintadas extraordinariamente bonita.

Rua Nova do Carvalho em Lisboa, Portugal

Conhecida pelos seus edifícios de azulejos únicos, Lisboa é um labirinto de ruas de cores brilhantes, muitas das quais podem ser encontradas na cidade velha.

Mas é para a Rua Cor-de-Rosa que você quer ir, um projeto de José Adrião Arquitetos e da Câmara de Lisboa para criar uma regeneração muito positiva da já famosa rua.

Fonte: NCultura

 

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM AQUI 


  Seguros Promo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *