Dicas & Destinos

Roteiro por um Ceará fora do tradicional

Lá fui eu para minha primeira presstrip representando esse portal lindo do qual sou colunista! Se acompanharam os stories do Embarque (@embarquenaviagem) em dezembro, puderam ver que estive no Ceará a convite de @descubraceara e @blogpapodeturista para mostrar o que a região tem de melhor.

A ideia dessa famtrip foi mesclar passeios tradicionais com alguns bem diferentes, assim pudemos explorar cidades pequenas com atrações para todos os gostos e fazer coisas fora do padrão que costumamos ver por aí. Foi uma experiência enriquecedora que compartilho aqui com vocês.

Passamos cinco dias imersos na cultura local, sendo que logo no primeiro dia, hospedados no Hotel Gran Marquise, um 5 estrelas que falarei com detalhes em outro post, pudemos apreciar um belo pôr do sol da piscina do último andar e usufruir de um serviço de quarto excelente.

Ceará

À noite partimos para a primeira atração da viagem, a famosa caranguejada da tradicional barraca Crocobeach (no Ceará os quiosques são bem grandes e chamados de barraca), lá a animação é garantida todas as quintas-feiras, com muito forró e shows de humor. É um complexo com hotel, piscinas e restaurante. Fica na Praia do Futuro, com entrada gratuita. É uma boa pedida passar um dia inteiro ali, curtindo a praia e os serviços da barraca.

Ceará

DIA 1

No dia seguinte, oficialmente o primeiro dia completo da viagem, começamos com visita à Emcetur – Centro de Turismo do Ceará, antiga casa de detenção do estado, que virou um centro de compras, onde encontramos produtos artesanais, a maioria bordados, rendas, crochês, linho e muito Caju!

A segunda parada do dia foi no Mercado Central, esse bem maior, com 5 andares de muitos produtos regionais, bolsas, souvenires, redes de tricô, crochê, roupas, comidas típicas (mais Caju!) e tudo o que puder imaginar. Adorei, indico muito essa parada se quiser levar lembranças e presentes para os amigos e família, tem bastante variedade e você consegue pechinchar mais nos preços, já que muitos quiosques vendem a mesma coisa.

Ceará

Seguimos para Aquiraz, mas antes passamos pelo Centro de Eventos do Ceará para assistir a uma palestra sobre as atrações da região, várias pelas quais ainda passaríamos. O lugar tem uma bela infraestrutura, um dos maiores pavilhões de eventos da América Latina, as paredes do seu entorno têm grafites incríveis.

O ponto alto do dia foi o lugar onde almoçamos e passamos a tarde, e fomos muito bem recebidos, por sinal: o resort Dom Pedro Laguna, que fica na praia de Aquiraz, há aproximadamente 1 hora de Fortaleza. Um lugar completo, all-inclusive e o único com campo de golfe do Ceará com 18 buracos! A praia é lindíssima, tranquila, mar azul e vários bangalôs com cadeiras espreguiçadeiras para relaxar.

A noite me surpreendi com o programa! Fomos assistir ao espetáculo @cearashow – um musical fascinante que conta a história do Ceará e de seu povo de uma forma bem descontraída e muito divertida! Já tinha ido a Fortaleza, mas nunca mencionaram esse espetáculo. E posso dizer? Coloque no seu roteiro, é emocionante, vale muito a pena se tiver uma noite livre na cidade, é uma bela forma de entender a cultura do cearense e toda sua história. O musical acontece de quinta a sábado, às 20h e domingo às 17h, o valor é R$90,00 por pessoa.

Ceará

DIA 2

O segundo dia no Ceará foi bem diferente, conhecemos o interior do estado, mais precisamente o menor município do Ceará: Guaramiranga, que tem 4 mil habitantes! É uma cidadezinha bem graciosa, tem essa rua cheia de casas coloridas que é um charme.

Ceará

Antes de aportarmos por lá, passamos pelo Sítio Águas Finas no caminho, que faz parte da Rota Verde do Café, onde pudemos conhecer mais sobre a produção de um dos cafés da região, da família Uchôa, que acabou ganhando prêmios no exterior por sua qualidade e forma de produzir o café, trazendo turistas para o local. Fizemos uma pequena trilha para conhecer a plantação e a história do café com surpresas no meio do caminho, foi muito bacana. Conhecemos a “Barriguda”, uma árvore que tem mais de 200 anos e é a atração do lugar. Diz a lenda que a mulher que encostar a barriga nela engravida… fica a dica pra quem quiser ?. Essa espécie fica ali na Serra de Baturité (onde estávamos), o único ponto do Brasil em que há o encontro da Floresta Amazônica com a Mata Atlântica.

Já em Guaramiranga, conhecemos mais um sítio que faz parte da Rota Verde, o Sítio São Luís, onde fomos recebidos com muita história e um belo café da tarde, com direito a esse bolo de café com cobertura de chocolate (de comer rezando!), pão e ricota caseiros, geleia de frutas da estação e o delicioso café produzido por lá. É uma visita paga, que pode ser agendada no site ou com uma agência de turismo, que no nosso caso foi a Ernanitur Ceará.

A cidade é muito procurada no inverno por apresentar as temperaturas mais baixas do Ceará, sabia? Além de ser o lar de um dos maiores festivais de Jazz & Blues do país. Por encontrar-se na serra do Maciço de Baturité, as temperaturas por lá podem chegar a 12ºC no inverno! É ali que os cearenses e turistas podem comer um fondue com vinho…

DIA 3

O terceiro dia foi dedicado a uma das maiores e mais procuradas atrações de Fortaleza: o Beach Park! Eu ainda não conhecia e me esbaldei. Confesso que fiquei com medo de ir no Insano (o brinquedo mais radical de todos) e no Vaikumtudo, e acabei fazendo um circuito de brinquedos mais leves… mas tem para todos os gostos e medos!

O parque fica na praia de Porto das Dunas, em Aquiraz, a 26 km de Fortaleza. É considerado o maior parque aquático da América Latina. No complexo, além das praias, há resorts e vários lounges e restaurantes para aproveitar o dia todo. Dentro do parque tem a opção de buffet self-service, uma boa opção se não quiser sair e comer num dos restaurantes da praia. Mas eu recomendo comer fora, num dos quiosques, para sentir o clima do Ceará e tomar um drinque ouvindo uma boa música ao vivo. O ingresso para o parque custa R$ 225,00 adultos e R$ 215,00 pra crianças. Nesse post tem várias dicas sobre o Beach Park. Se for ficar mais tempo para curtir só o parque, há o passaporte para 3 dias, com preço bem interessante, confira aqui.

Beach Park. Fotos: Guilherme Nogueira

Depois de curtir um dia relaxante no parque, à noite fomos conhecer um lugar lindo e bem bacanudo, o Moleskine Gastrobar. Fica numa rua com outros bares e restaurantes famosinhos da região, tem um ambiente super agradável, gente bonita e gastronomia de primeira. Peçam a caipirinha de Cajá e os dadinhos de tapioca!

DIA 4

O dia começou com passeio por Beberibe, parada no Hotel Parque das Fontes para conhecer sua estrutura e os arredores e almoço na barraca Chega Mais Beach, para depois partirmos para o ponto alto do roteiro, o passeio de Buggy em Canoa Quebrada, que fica no município de Aracati.

Em Beberibe pudemos apreciar as lindas falésias dignas de filmes, aquela paisagem super fotogênica, e só faltou mesmo o sol para ficar perfeito. Depois tivemos um almoço gostoso na barraca Chega Mais Beach e passeamos pela praia de Canoa Quebrada. Seguimos para o passeio maravilhoso de buggy! Foi muito divertido, já adianto que mesmo pedindo sem emoção, o bugueiro vai fazer sua vida ficar bem emocionante, te levar nas dunas mais altas, e cair por terra abaixo. Eu amei! Mas claro que ele percebeu que a gente estava gostando, quem tem medo precisa avisar antes. O passeio custa R$ 240 para 4 pessoas e fizemos com o bugueiro Fabio Costa (do Buggy Rosa)! (Contato: fabiocosta26@yahoo.com.br | +55 88 99653 2623)

Depois me joguei na tirolesa, claro! Tem 300 metros de extensão e também faz parte de uma das paradas do passeio de buggy. A maior, que foi a que fui, custa R$18. A mais curta, que cai na água, é R$10 e o esquibunda R$8. Com o calor do Ceará, cair na água é a melhor parte, vá em todas se puder!

Para finalizar, fizemos todos os passeios com a @ernanitur, que também foi responsável por todos os transfers durante a viagem, foram ótimos e muito atenciosos do início ao fim.

O Primeiro Shopping de Containers da Zona Sul Carioca

1 Comentário

  1. 16 de fevereiro de 2019 ás 13:45 Responder
    Daniel

    Sou de Fortaleza e posso dizer que esse roteiro que você fez é o mais top dos tops! Hospedagem no Gran Marquize, Dom Pedro Laguna, Beach Park, Moleskine Gastro Bar… Enfim não é para todos os bolsos… Na verdade, para bem poucos bolsos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *