Dicas & Destinos

Visite os campos de lavanda na França

Impossível não se apaixonar pela França. Não importa quantas vezes o país seja visitado, o viajante sempre voltará de lá surpreendido com suas perfeições, seja nas grandes cidades como Paris ou Lyon, seja no campo ou no litoral. Isso porque os cenários franceses são incansáveis por natureza, graças à beleza e também à diversidade de roteiros que são capazes de oferecer. Em meio a tudo isso, estão os encantadores e cheirosos campos de lavanda, responsáveis por colorir famosos cartões postais, bem como por atrair turistas durante a estação florida.

Quem estiver viajando pela França durante os meses de junho e julho não pode perder a chance de conferir este espetáculo mágico, que acontece em vilarejos e cidadezinhas pertencentes à região conhecida como Provença-Alpes-Costa-Azul. Confira agora quais são as principais paradas para quem quer ter a experiência única que é presenciar o florescer dos campos de lavanda, antes da colheita.

Principais destinos

Entre as cidades de Manosque e Puimoisson, fica Plateau de Valensole, onde as lavandas dão um toque todo especial à paisagem, formada ainda por casinhas medievais. A região também é palco para um festival que acontece todos os anos. Na época da colhida, moradores se reúnem para desfiles, shows e feiras em uma verdadeira festa para celebrar a planta, usada em produtos para perfumar ambientes, cosméticos e peças artesanais. A lavanda é utilizada ainda na produção de bebidas e, com isso, as destilarias da região complementam o roteiro, permitindo que o viajante saiba mais sobre esse uso da planta e descubra os seus sabores.

Outro destino imperdível é Gordes, um pequeno vilarejo encrustado no Monte de Vaucluse, em frente à montanha do Luberon, onde as paisagens bucólicas servem como pano de fundo para construções medievais e históricas. Os cenários lembram contos de fadas e mexem com o imaginário dos visitantes, fazendo com que eles se apaixonem ainda mais pelas belezas francesas. Sua atração mais famosa é a Abadia de Sénanque. O monastério, construído no século 12, está aberto para as visitações. O município pertence à região do Parque Natural Regional de Luberon, onde há outras plantações e vilas, igualmente encantadoras e irresistíveis, como Bonnieux e Buoux.

Mais adiante, fica Sault, cidade conhecida como a capital da lavanda na França. O povoado tem menos de dois mil habitantes e, assim como Gordes, pertence ao departamento de Vaucluse. Na região, o Monte Ventoux ganha o coração dos visitantes, especialmente dos que gostam de encarar verdadeiros desafios. Isso porque o monte tem mais de mil metros de altura, dificultando o acesso até o topo. O esforço, porém, é todo recompensado, assim que o vilarejo medieval, contornado pelas lavandas, se revela diante do viajante.


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!? Clique neste link para encontrar os melhores preços.  ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.


Perto dali e com menos de 200 moradores, está Ferrassières, um vilarejo minúsculo que fica irradiante durante a tradicional festa da lavanda, que acontece no primeiro domingo de julho. Suas pequenas ruelas medievais são invadidas pelas cores e pelos cheiros das lavandas e acolhem os visitantes em um evento que tem o charme irresistível das tradições rurais. A cidade fica no departamento de Drôme e é contornada pela Plateau de Albion – a mesma que cerca Sault.

Sobre os campos de lavanda na França

Ao planejar uma viagem para desbravar os campos de lavanda na França, o viajante precisa considerar alguns detalhes. O primeiro dele é que as plantações se estendem ao longo da região Provença-Alpes-Costa-Azul, que engloba os departamentos de Vaucluse, Drôme e Alpes-da-Alta-Provença. Em cada um desses departamentos ficam as grandes planícies, como Valensole e Albion. É em meio a estes lugares que são realizadas as famosas rotas da lavanda, as quais percorrem pequenos trechos entre as principais cidades ou departamentos. Alguns dos exemplos são: de Vercors a Luberon e Drôme a Verdon. A dica, portanto, é conferir mapas das rotas, antes de decidir qual é o melhor roteiro para a sua viagem. O site Real Provence pode ajudar nesta etapa do planejamento.

As cidades que servem como ponto de partida, para as excursões fechadas organizadas por agências locais, são Avignon ou Aix-en-Provence, onde há uma estrutura hoteleira e diversas locadoras de carros. Outro detalhe importante, ainda no que diz respeito à localização, é que os campos de lavanda ficam próximos a destinos como Marselha e Nice, principais lugares da irresistível Costa Azul, ao sul da França. Por isso, em vez de ir para Paris e então seguir caminho para as plantações, o melhor é desembarcar em uma destas duas cidades, mesmo que o voo saia da capital francesa – o que pode deixar a viagem mais barata.

A época florida também é uma parte importante do planejamento. Os campos florescem entre junho e julho, mas em algumas regiões as cores se mantêm intensas até agosto. Tudo depende do clima predominante na área de plantio e das datas que acontecem as colheitas.

Vale lembrar ainda que a grande região Provença-Alpes-Costa-Azul é dona de outros cenários encantadores, que vão além dos campos de lavanda. Quem tiver a oportunidade pode, facilmente, passar dias e dias desbravando este lugarejo francês, sem se cansar da beleza de suas paisagens. A dica, portanto, é montar um roteiro único, com o objetivo de entrar em contato essas perfeições. Que tal?

Esse artigo foi desenvolvido por: Blog da Mala Pronta

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM AQUI 


  Seguros Promo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *