Dicas & Destinos

5 lugares para ver Londres do Alto

Londres não é uma cidade com grandes montanhas ou muitos pontos de vista para apreciar seus cartões postais, como vemos em Paris ou NY (e até mesmo o Rio!), mas tem um skyline lindo e muito familiar, além de lugares de tirar o fôlego quando vistos lá de cima. Qualquer pessoa, mesmo que ainda não tenha visitado a cidade, vai reconhecer vários ícones de sua silhueta, principalmente pelos prédios novos que se instalaram por lá, na parte mais moderna da cidade.

Deixo aqui uma lista de 5 lugares para ver Londres do alto que valem muito a pena! O meu preferido é o último, além de ser gratuito, tem um visual completo e deslumbrante da cidade, no vidro mostra todos os nomes dos outros pontos para nos situarmos. Londres não é uma cidade barata, mas tem ótimas opções gratuitas para se divertir e aproveitar suas paisagens, então um lado compensa o outro.

1. Primrose Hill

No meu post sobre lugares para ver os fogos do Reveillon de Londres, falei desse lugar. Foi onde passei a virada e era bem pertinho de onde eu morava, Camden Town. Primrose Hill é um bairro, uma colina de 256 pés (78 metros) que fica colada no Regent’s Park e numa das áreas residenciais mais exclusivas de Londres. Reduto de pessoas ligadas às artes e às mídias (me identifiquei bastante). Nessa nobre região, você vai ter uma bela vista de toda a cidade, peguei um pôr-do-sol lindo! Passei muito frio, na verdade o pior foram as mãos, quase congelei, mesmo com luvas e roupas térmicas (porque era inverno e no alto né, aventura para os friorentos de plantão), mas não me arrependi. É um lugar perfeito para fazer um piquenique na primavera ou verão.

Para chegar lá, a estação de metrô mais próxima é Camdem Town, vá caminhando pelo Regent’s Canal e depois pelas ruas do bairro até o parque, é maravilhoso. Tem placas indicativas, não tem como se perder.

2. The Shard

O prédio mais alto de Londres e o mais alto da Europa Ocidental, com mais de 310 metros de altura. É o único lugar que oferece uma visão 360 graus da cidade. Um arranha-céu em forma de pirâmide inaugurado em 5 de julho de 2012 em Southwark. O The View from the Shard ocupa os andares 68, 69 e 72 do suntuoso prédio. Não fui nesse porque acabei achando muito caro para a ocasião, mas vale se programar se quiser muito conhecer. O passeio é uma verdadeira experiência que já começa nos elevadores, com tecnologia super avançada para chegar ao topo em frações de segundo. O elevador chega até o 68º andar e depois há um lance de escadas, com a primeira vista. Subindo mais um lance, chega-se no último andar, numa área cercada de vidros que oferece uma visão sem igual da cidade!

O que achei bacana saber é que se você reservar os ingressos com antecedência e no momento da visita a visibilidade estiver ruim, impedindo a visão de ao menos três destes pontos – Tower Bridge, The Gherkin, St Paul’s Cathedral, London Eye e o edifício One Canada Square – você pode solicitar um ingresso gratuito para voltar em outra data, com validade de 3 meses. Os ingressos podem ser comprados pela internet, com desconto, ou até a véspera da visita. Alguns também são disponibilizados para serem adquiridos na hora, mas não recomendo, a não ser que esteja passando em frente e queira tentar.

The Shard – 32 London Bridge St, London SE1 9SG – Metrô London Bridge

3. London Eye

O ponto turístico mais famoso e disputado de Londres, é a quarta maior roda-gigante do mundo, com 135 metros de altura, uma volta nela dura 30 minutos. Foi construída para durar cinco anos, mas virou um símbolo da cidade, que faz parte da paisagem de Londres como o seu maior cartão-postal. Impossível pensar em Londres e não visualizar a London Eye, é de lei tirar uma foto ali e euzinha dispensei o passeio. Pois é, priorizei outras coisas porque quis deixar esse para minha próxima visita, porque sei que vou voltar em breve. Mas não deixei de ir, o visual é lindo, se tiver GoPro, as fotos saem mais lindas ainda.

London Eye – Riverside Building, County Hall, Westminster Bridge Road, London SE1 7PB – Metrô: Waterloo ou Westminster

4. Sushisamba

Com esse nome, não pode faltar num roteiro de um brasileiro, hein. O restaurante fica no 38º andar da Heron Tower, na região denominada City – centro financeiro de Londres – a entrada dele é deslumbrante! A subida no elevador panorâmico demora menos de um minuto, dá para se sentir num filme. Se conseguir pegar um pôr-do-sol, não hesite. Ele tem dois andares e uma varanda externa com fogueira, de babar. Mas nem essa fogueira e os aquecedores ajudaram muito, se não for friorenta (como eu), dá para ficar lá fora. A escada interna, que dá acesso ao outro bar, é parada obrigatória para foto, todo mundo fica dando uma de turista ali, afinal merece, olha o visual da cidade à noite. Com essa parede envidraçada você vai avistar esse prédio logo à frente, o famoso gherkin (pepino), como apelidaram, e lá embaixo o rio Tâmisa e a catedral de St. Paul. Prepare o bolso, o Sushi Samba tem uma carta premiada de drinques e coquetéis, ingredientes interessantes e exóticos, além de um menu que faz jus ao nome, mas igualmente caro.

Sushisamba – Heron Tower, 110 Bishopsgate, EC2N 4AY – Metrô Liverpool street

5. Sky Garden

Ah… meu queridinho. Visual de arrepiar e o melhor, é gratuito!

Foi uma dica infalível de um professor de inglês do meu curso, o nome oficial do prédio é 20 Fenchurch Street, que é também seu endereço. Porém, devido a sua forma peculiar, recebeu o apelido de Walkie-Talkie. Veja a foto abaixo, parece mesmo.

É um prédio comercial que também fica localizado na região financeira da cidade – a City – como o Sushisamba. A graça está no seu último andar, mais precisamente o trigésimo-quinto andar do prédio, onde fica o Sky Garden, praticamente um ponto turístico da cidade. Uma área aberta ao público com visão panorâmica de Londres. É preciso agendar a visita com 3 semanas de antecedência e chegar no horário britânico, ok? Tem fila, é bastante disputado e corre o risco de perder seu lugar.

Uma vez lá em cima, você tem uma hora para apreciar o visual, porém não vi ninguém fiscalizando e mandando o pessoal descer. Se não for jantar ou almoçar num dos dois restaurantes, uma hora é tempo suficiente para curtir tudo e fazer um rápido lanche no bar do primeiro nível. O visual é arrebatador, logo de cara você já avista o The Shard, que falei acima, a Torre de Londres e a Tower Bridge do lado leste, é possível avistar além de Canary Wharf também. Do outro lado dá para ver a London Eye e as outras pontes da cidade, do lado norte conseguimos ver os outros dois prédios famosos da City: o Cheesegrater e o Gherkin, o “pepino” que falei anteriormente.

Sky Garden – 20 Fenchurch Street, EC3M 8AF – Metrô Monument

>>  Confira aqui alguns passeios por Londres!  <<

 

RESOLVA TUDO PARA A SUA VIAGEM AQUI


Publicidade Ⓘ

Seguro viagem com até 15% de desconto!!! Se está planejando uma viagem não esqueça de contratar um seguro!? Clique neste link para encontrar os melhores preços.  ✔ Use o cupom EMBARQUEVIAGEM10 e ganhe 10% de desconto, e para chegar a 15%, faça o pagamento por BOLETO e garanta mais 5%.

 

Apoie o Portal Embarque na Viagem

O seu apoio mantém o nosso Portal vivo. A imprensa tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro. Esse é o trabalho de cada um aqui no Embarque na Viagem e a nossa missão. Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos.

Você pode doar qualquer valor. Basta clicar na bandeira do seu cartão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *