Negócios & Serviços

VLT Carioca é um modal turístico na região central do Rio

Desde que entrou em funcionamento, em junho de 2016, o VLT – que chegou ao Centro do Rio com a missão de agilizar os deslocamentos de quem chega à região – praticamente dobrou o volume de usuários que, somado o movimento das duas linhas, atinge 60 mil passageiros por dia útil. Em quase dois anos de operação o sistema funciona com 26 paradas.

VLT Carioca VLT Carioca

O VLT exerce hoje não só a função primordial de ser um facilitador para quem trabalha na área, mas também ajudou a fomentar o turismo e lazer após as obras de revitalização. Com mais de 70 pontos turísticos, como museus, teatros, centros culturais e prédios históricos, no entorno das duas linhas em operação, o VLT hoje é um incentivo para quem busca conhecer áreas históricas como o Cais do Valongo e Cais da Imperatriz, Theatro Municipal e Cinelândia, a Praça Tiradentes, a Igreja Nossa Senhora da Candelária ou mesmo o Boulevard Olímpico, novo polo de eventos da região que concentra atrações como os museus de Arte do Rio (MAR) e do Amanhã, além do AquaRio e do Mural Etnias.

VLT Carioca VLT Carioca VLT Carioca

A Parada dos Navios, por exemplo, chega a ter aumento acima de 30% no fluxo quando há eventos no boulevard. Já às terças-feiras, quando os museus têm entrada gratuita, o movimento na linha 1 chega a crescer em até 6%. As estações contam com um mapa turístico em cada ponto de embarque, mostrando atrações culturais e serviços essenciais nos arredores. O serviço de compra e recarga de passagem podem ser realizadas em máquinas de autoatendimento trilíngues (português/inglês/espanhol) que facilitam a compreensão do turista.

A linha 1 vai da Rodoviária ao Aeroporto Santos Dumont, com 6,5km de extensão. Já a linha 2, que desde 6 de fevereiro de 2017 passou a ligar a Rodoviária à Praça XV, passando pela Central do Brasil, conta com 5,5km de extensão. E a obra da Linha 3 que começou a ser executada em janeiro deste ano, vai ligar o Aeroporto Santos Dumont à Central do Brasil e será a menor das três: terá apenas 4 km, com 10 paradas, seis delas compartilhadas com a linha 1 e 2 e deve ser concluída ainda este ano.

A passagem custa R$ 3,80, os deslocamentos são lentos, porém não há trânsito. Os pontos exibem os minutos que os trens levarão para chegar. E ainda tem aquele blém blém, agradável referência da aproximação do sistema. O horário de funcionamento é das 6h à meia-noite, e o site é www.vltrio.com.br.

VLT Carioca

O Primeiro Shopping de Containers da Zona Sul Carioca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *